26 de fevereiro de 2024
Lênia Soares • atualizado em 12/02/2020 às 23:40

Pesquisa reforça Iris no jogo e mostra que eleição passa por ele

Candidato, ou não, o ex-governador Iris Rezende (PMDB) é jogador de linha de frente no processo sucessório.

Este é o resultado das últimas pesquisas de intenções de votos, em especial a do instituto Grupon, realizada em Aparecida de Goiânia e divulgada no sábado, 22, pelo jornal Tribuna do Planalto (leia aqui).

Com 32 pontos de vantagem em relação ao governador Marconi Perillo (PSDB), que ocupou o segundo lugar na estimulada, Iris é o favorito entre os aparecidenses.

E os números mostram não só liderança, mas principalmente que o nome do ex-governador está em alta.

Sua imagem está leve, com rejeição sempre pequena, independente do levantamento.

Outra característica positiva do peemedebista é o campo de crescimento, especialmente entre os jovens. A campanha eleitoral pode torna-lo ainda mais conhecido – e bem aprovado – como gestor entre os que se lembram com mais ênfase apenas de sua última administração da Capital goiana.

Os defeitos que colocam em Iris, sendo o principal sua idade, não se destacam, por agora, como defeitos capazes de derrotá-lo. E isso alimenta a expectativa de que ele pode disputar mais um mandato.

E como tem ficado cada vez mais claro que não disputará uma vaga no Senado, ou o PMDB assume sua candidatura ao governo, ou se prepara para até, quem sabe, tê-lo fora, sem motivação para pedir votos a quem hoje o renegam.

Porque é justamente o comportamento dos que trabalham pela candidatura do empresário Júnior do Friboi (PMDB): eles o desqualificam para tentar mostrar que não é o melhor nome.

Mesmo cientes de que, sem Iris, Friboi não vai, insistem na tese financeira da necessidade do reforço bilionário da JBS.

A não ser que a vitória não seja o principal objetivo dos friboizistas, de alguma forma, terão que recuar.

Ou como poderão convencer Iris Rezende a pedir votos depois?

 


 

 

LEIA MAIS

Pesquisa Aparecida de Goiânia: Liderança alternada entre Iris Rezende, Vanderlan e Marconi

Eleições 2014: Sucesso ou fracasso dos desconhecidos

Ser ou não ser conhecido

Pesquisa Rio Verde – Iris lidera na estimulada; Marconi na espontânea

 


Leia mais sobre: Lênia Soares