08 de agosto de 2022
Política

Pesquisa mostra que a população goiana está otimista para 2019

Caiado diz que momento não permite processo de impeachment. (Foto: Divulgação)
Caiado diz que momento não permite processo de impeachment. (Foto: Divulgação)

Pesquisa realizada pelo Grupom e divulgada na tarde desta quinta-feira (10/10) mostrou que a expectativa da população goiana para o ano de 2019 é a melhor dos últimos anos.
Realizada no ínicio des de dezembro, a pesquisa entrevistou 500 pessoas entre homens e mulheres com idade igual ou maior a 16 anos e tinha como limite os 85 anos de idade. O Grupo buscou avaliar as expectativas dos goianos com relação as grandes mudanças que ocorreram ao longo dos últimos anos, como por exemplo: a alterações no governo tanto em esfera estadual como federal, com Ronaldo Caiado (DEM) e Jair Bolsonaro (PSL) assumindo os repectivos poderes.

Para se ter uma ideia, 74% dos goianos acreditam que Caiado fará um governo melhor que os anteriores e menos de 5% pensam que o governo será pior que seu antecessor. Na esfera nacional, os goianos também denotam esperança e 78% acreditam que Jair Bolsonaro fará uma gestão melhor que as dos governos petistas e mdebistas, no entanto, pouco mais de 11% não tem tanta confiança e acreditam que a gestão será pior.

Para goianos segurança também deve melhorar

Continua após a publicidade

A aposta dos goianos com relação a segurança são altas. A preocupação é real devido aos acontecimentos históricos no Estado de Goiás, mas a pesquisa mostra que aproximadamente 77% dos entrevistados acreditam que 2019 será uma no em que a segurança melhorará. Apenas 3% dos entrevistados são céticos com relação a uma expectativa positiva. O destaque é que a percepção dos entrevistados nas grandes cidades do estado é praticamente a mesma que as pessoas que vivem no interior.

Entre as outras temas que foram citados na pesquisa estavam: Qualidade de vida, emprego e economia. Em todas essas questões, o goiano tem uma expectativa de melhora superior a 70% e os céticos que acreditam que tais questões serão piores em 2019, não chegam a 10%.

Para o diretor técnico do Instituto, Mario Rodrigues Filho, nunca uma pesquisa de perspectiva para o ano seguinte teve resultados tão positivos. “Isso mostra que o goiano está realmente confiante. O resultado dessa pesquisa é um reflexo desse humor de sucesso”, analisou em entrevista ao Diário de Goiás.



Continua após a publicidade