27 de maio de 2022
Educação

Pedagoga explica a importância da rotina para criação de vínculos saudáveis entre pais e filhos

Happy african american family father and child son playing toys together at home, positive dad parent and little kid sitting on floor and stacking wooden pyramid, laughing while spending leisure time
Happy african american family father and child son playing toys together at home, positive dad parent and little kid sitting on floor and stacking wooden pyramid, laughing while spending leisure time

O isolamento social imposto na pandemia de Covid-19 impactou a vida de muita gente em diferentes setores. Em casa, a rotina foi completamente alterada impondo novos desafios no relacionamento entre as pessoas confinadas e com opções reduzidas para espairecer a mente. Estabelecer vínculos e criar momentos de afeto em família foram uns dos grandes desafios entre pais e filhos. Mas o momento também gerou uma oportunidade de aprendizagem na interação e de compartilhamento de sentimentos.

A relação saudável entre as crianças e os pais é aquela que deve resultar no desenvolvimento pleno – ou seja, físico, emocional, psicológico e social dos pequenos. Esse relacionamento estabelece as bases para a personalidade da criança, suas escolhas na vida e no seu comportamento em geral. Embora muita gente acredite que isso só é feito a partir da demonstração de afeto, através de uma rotina organizada também é possível trilhar o caminho.

“A primeira infância é muito influenciada pelo meio em que a criança convive e tem suas principais interações. O aprendizado infantil começa antes mesmo da criança frequentar a escola, por isso a importância de estabelecer uma rotina”, explica Raquel Arruda, pedagoga e coordenadora pedagógica da Faculdade Pitágoras Fortaleza.

Continua após a publicidade

Como destaca a profissional, muitos dos hábitos saudáveis que contribuirão para o desenvolvimento emocional das crianças e adolescentes se criam a partir da rotina que se estabelece com o relacionamento entre familiares. A ideia principal é ressaltar que a família desempenha um papel essencial, é sempre presente, e que contribui para costumes que acompanharão as crianças ao longo de toda vida.

“Estabelecer uma rotina faz com que os vínculos entre pais e filhos se fortaleçam, permitindo um desenvolvimento integral da criança. É importante destacar que aliado à nutrição e cuidados com a saúde apropriados, é necessário que pais e filhos possuam um ambiente familiar afetivo, seguro e estimulante. Esses fatores serão base para que a criança cresça de forma saudável e alcance o seu potencial pleno no futuro”, reforça Raquel.

A especialista elenca atividade e ações para uma rotina libertadora, fundamental nessa pandemia para garantir segurança, organização, planejamento e desenvolver maior confiança nas crianças:

Continua após a publicidade

–  horários para alimentação, higiene, sono, cuidado pessoal, estudo, exercícios e brincar;

– proporcionar um espaço lúdico que favoreça o brincar, o jogo, a diversão, a leitura e os primeiros entendimentos sobre o mundo, e, assim, proporcionar o desenvolvimento da linguagem, do pensamento, da concentração;

– oportunizar a criação de brincadeiras próprias que desenvolvam a criatividade e autonomia.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil