14 de junho de 2024
Crime

PCGO prende homem acusado de estuprar e importunar mulheres sexualmente, em Senador Canedo

O acusado já tinha passagem pela polícia; investigações levaram a constatação de que o suspeito vinha praticando os crimes há décadas contra mulheres entre 11 e 22 anos
As investigações foram conduzidas pela Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam). Foto: Reprodução
As investigações foram conduzidas pela Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam). Foto: Reprodução

A Polícia Civil de Goiás (PCGO), por meio da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) prenderam o homem de 54 anos, suspeito de diversos crimes de importunação sexual e estupro de vulneráveis, em Senador Canedo. Conforme denúncias, a polícia constatou que os crimes vinham sendo praticados há décadas contra mulheres com idade entre 11 e 22 anos.

De acordo com a PCGO, o suspeito era líder de uma instituição religiosa, e usava de sua influência para violentar sexualmente jovens frequentadoras da igreja. Após diligências investigativas, foi apurado que ele se aproveitava da confiança das famílias, assumindo a função de “orientar” e “acolher” as jovens da igreja, para submetê-las à prática de atos libidinosos não consentidos.

Durante as investigações, segundo a polícia, diversas vítimas relataram múltiplos atos ligados a importunação sexual e até de estupro praticados pelo investigado. As violências sexuais ocorreram nas cidades de Senador Canedo e em Parauapebas, no Pará, onde o suspeito morou entre os anos de 2007 e 2016, aproximadamente.

O homem investigado já possuía passagem pela polícia pelo crime de estupro na cidade de Nerópolis, interior de Goiás, praticado contra uma menor de 14 anos, conforme consta de inquérito do ano de 2005. Com os elementos probatórios obtidos e por ser evidente o risco de reiteração, a PCGO cumpriu mandato de prisão preventiva contra o acusado.


Leia mais sobre: / / / Cidades / Senador Canedo

Luana Cardoso

Luana

Estagiou no Diário de Goiás de 2022 a 2024. Atualmente atua como repórter de cidades, política e cultura. Jornalista formada pela FIC/UFG, Bióloga graduada pelo ICB/UFG, escritora, cronista e curiosa.