25 de julho de 2024
Política

Paulo Garcia defende união da oposição e destaca: “Não é momento de discutir nomes”

O prefeito de Goiânia, Paulo Garcia (PT) refutou o assunto pré-candidatura ao governo do Estado em entrevista ao Programa Rádio Livre, da Rádio Difusora de Goiânia nesta terça-feira (11). Ele destacou que o importante, no momento, é construir a união da oposição e que os nomes devem ser postos para o processo apenas no momento oportuno, no ano que vem.

“Eu fui eleito para conduzir a cidade de Goiânia por quatro anos e defendo alguns princípios para nós da oposição a atual modelo do Estado de Goiás. Nós temos modelos que são contraditórios e uma visão diferente da sociedade. Nós defendemos o governo do presidente Lula e da presidente Dilma e o governo do Estado é oposição a esse modelo”, pontuou Paulo Garcia. Ele acredita que os dois principais partidos da oposição, o PT e o PMDB, chegarão juntos ao processo.

“Nós precisamos apresentar pra sociedade um modelo de desenvolvimento, promover a unidade das oposições e a unidade entre PT e PMDB, que são os dois partidos mais consolidados desse grupo”, completou o petista.

“No momento oportuno, no ano que vem, nós que somos calejados, temos nomes de homens e mulheres preparados para nos representar nesse processo. Lá na frente a gente vê. Não é momento de discutir nomes”.


Leia mais sobre: / / / Política