27 de maio de 2024
REPERCUSSÃO

Pastor que viralizou por fala sobre abuso infantil pede desculpas por trecho infeliz do sermão

Religioso se desculpa em nota onde advogado afirma que trecho faz recorte de fala onde a mensagem era para os pais vigiarem os filhos; vídeo
Pastor leu a nota no canal da igreja e enviou para a imprensa - Foto: Reprodução
Pastor leu a nota no canal da igreja e enviou para a imprensa - Foto: Reprodução

O pastor Jonas Pimentel, da igreja evangélica Tabernáculo da Fé, de Goiânia, que viralizou nas redes sociais, divulgou uma nota em que se desculpa pelo trecho da pregação em que ele responsabiliza “algumas crianças” por sofrerem abuso sexual. Enviada pelo advogado Leandro Silva, a nota também foi lida pelo pastor no canal da igreja no YouTube. Ela afirma que o trecho é um “recorte” do vídeo. “Para aquelas pessoas que se sentiram ofendidas, pedimos as nossas sinceras desculpas”, afirma.

O caso ganhou enorme repercussão e a fala do pastor viralizou nas redes sociais. Como mostrou o Diário de Goiás na quarta-feira (1º), entre os que criticaram estava a apresentadora Xuxa Meneghel, vítima de abuso sexual quando tinha 13 anos. Ela chamou a declaração de repugnante.

Leia a reportagem mostrando que o pastor viralizou após a fala, antes dele se desculpar.

Viraliza fala de pastor de Goiânia afirmando que abuso sexual é “culpa de algumas crianças”

O pastor aparece na filmagem orientando os fiéis sobre cuidados com os filhos. Em determinado momento, ele lembra a responsabilidade dos pais terem seus filhos ao alcance dos olhos. Ele também recomenda evitar que as crianças pernoitem em casa de parentes ou amigos. Nesse contexto, afirma que isso evita oportunismos para pessoas mal intencionadas que possam causar qualquer tipo de abuso a eles.

Contudo, na sequência ele afirmou: “Existem situações que quando acontece um abuso de uma criança, a criança é também culpada, porque ela deu lugar. Crianças também têm culpa, têm participação, mas não todos os casos. Eu quero deixar isso bem claro”. Este foi o trecho sobre o qual o religioso se desculpou.

Assista à leitura da nota ou leia a íntegra abaixo!

NOTA PÚBLICA

O pastor Jonas Pimentel manifesta-se sobre a polêmica ocorrida quando fez orientações aos fiéis sobre o cuidado com os filhos e afirmou que é responsabilidade dos pais ter seus filhos ao alcance dos olhos, somente perdendo contato visual deles quando situações absolutamente imperativas exigirem. Recomendou que é preciso evitar que filhos pernoitem em casa de parentes ou amigos. Nesse contexto, afirmou que isso evita oportunismos para pessoas más intencionadas (sic) que possam causar qualquer tipo de abuso a eles.

Foi nesse contexto de alerta para que pais e crianças não deem oportunidades para malfeitores, que foi extraído o recorte do vídeo. Para aquelas pessoas que se sentiram ofendidas, pedimos as nossas sinceras desculpas.

Contudo, pastor Jonas Pimentel e a Igreja Tabernáculo da Fé de Goiânia reafirmam seu compromisso de lutar pelos seus princípios e valores, que são tradicionais, e continuará orientando e combatendo quaisquer formas de descuidos e violência contra as crianças e adolescentes, especificamente, a sexualização precoce delas que o mundo moderno impõe nas casas dos cristãos.


Leia mais sobre: / / Cidades

Marília Assunção

Jornalista formada pela Universidade Federal de Goiás. Também formada em História pela Universidade Católica de Goiás e pós-graduada em Regulação Econômica de Mercados pela Universidade de Brasília. Repórter de diferentes áreas para os jornais O Popular e Estadão (correspondente). Prêmios de jornalismo: duas edições do Crea/GO, Embratel e Esso em categoria nacional.