18 de julho de 2024
Misoginia

Pastor culpa mulheres por traições dos maridos

Dentre os comentários misóginos, o religioso disse que a esposa tem que “dar para o marido” mesmo contra a própria vontade
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Durante pregação na Igreja Reino dos Céus, o apóstolo Adelino de Carvalho fez uma série de comentários misóginos e afirmou que a esposa deve que “dar para o marido” mesmo contra a própria vontade. Além disso, o religioso culpou a mulher por traições do companheiro.

As informações são do portal Terra, que divulgou o vídeo em que o pastor profere aos seus fieis as seguintes palavras: “Se o seu marido é um homem bom para a senhora, à noite a senhora tem que dar pra ele. É igual aquela mulher que o marido faz tudo por ela, chega à noite, ele quer um carinho, a infeliz diz que tá com dor de cabeça, mesmo sem estar. A senhora tá pecando, irmã”

O apóstolo ressaltou que foi “Deus quem mandou” a mulher ter relações sexuais. “Não fique com vergonha porque foi Deus quem mandou a senhora dar pro seu marido. E não tô falando de dar café, pão. Eu preciso ser mais explícito? A senhora precisar dar não o necessário, é sobrando. Para que ele não procure uma vagabunda na rua e o pecado seja da senhora. Se ele procura uma vagabunda na rua, procurou porque caiu no lastro do diabo e se tornou sem vergonha. E se ele se tornou sem vergonha, foi porque a senhora o induziu ao erro”, pontuou o pastor.

Carvalho disse, ainda, que a mulher deve manter relações sexuais com o marido, mesmo contra a sua vontade. “Quem criou o sexo foi Deus. A Bíblia diz que o sexo a mulher faz para agradar o marido. Na maioria das vezes, ela não tem vontade, é pra agradar o marido”, completou o pastor.


Leia mais sobre: Brasil