14 de junho de 2024
Cidades

PARALISAÇÃO: Servidores federais cruzam os braços nessa quarta-feira

 Servidores da Polícia Federal, Receita Federal, Defensoria da União, Superintendência Regional do Trabalho e Emprego de Goiás realizam nessa quarta-feira (30) o 2º Dia Nacional de Mobilização de Advertência.  O objetivo das nove entidades e defender a valorização do serviço público de qualidade. A ação será concentrada a partir das 08h30 em frente à Receita Federal.  . Mas a manifestação pode ser prolongada. Os servidores estão com indicativo de greve para o próximo mês.

A movimentação é nacional e em Goiás deverá parar cerca de 2 mil servidores. São delegados e peritos da Polícia Federal, auditores da Receita Federal e da Superintendência Regional do Trabalho, advogados, defensores públicos e procuradores da União, além dos procuradores do INSS .

Segundo as entidades, a medida será adotada em virtude da falta de acordo entre as categorias e o Governo Federal. A primeira mobilização ocorreu no último dia nove em todo País. Mas segundo os servidores, não existiu qualquer proposta do governo durante as reuniões realizadas com cada categoria entre os dias 14 e 16 de maio, no Ministério do Planejamento, em Brasília.

 Fazem parte desta mobilização a Associação dos Delegados da Polícia Federal (ADPF/Goiás);  Associação  dos Peritos Criminais Federais (APCF/GO);  Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (SINDIFISCO Nacional-GO); Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho (SINAIT/GO); Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (ANFIP/GO);   Associação Nacional dos Defensores Públicos Federais (ANADEF/GO); União dos Advogados Públicos Federais do Brasil (UNAFE/GO); Associação Nacional dos Procuradores da Previdência Social (ANPREV/GO) e Associação Nacional dos Procuradores Federais em Goiás ( ANPAF/GO).

 


Leia mais sobre: Cidades