20 de fevereiro de 2024
Infraestrutura

Para prevenir alagamentos, Prefeitura de Goiânia investe em obras nas redes de drenagem

Os investimentos totais somam R$ 200 milhões, em mais de 60 intervenções que serão feitas em pontos estratégicos da capital
Foto: Jackson Rodrigues
Foto: Jackson Rodrigues

A Prefeitura de Goiânia está investindo mais de R$ 200 milhões em obras de infraestrutura para prevenir alagamentos na cidade. Os projetos de ampliação das redes de drenagem irão fazer intervenções em mais de 60 pontos estratégicos, para escoamento de águas pluviais na capital.

Os pontos de intervenção foram indicados após estudo feito pela Defesa Civil. A partir disso, a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seinfra) já construiu 20.346 metros de galerias pluviais e recuperou outros 356 metros. Os primeiros resultados já puderam ser notados nas primeiras chuvas da época de temporais em Goiás, registradas em novembro.

Obras finalizadas

Conforme a Seinfra, um exemplo de intervenção bem-sucedida foi na Avenida C-107, no Jardim América. No local, a capacidade da tubulação da rede de drenagem foi ampliada de 800 para 1,5 mil milímetros. Além disso, foram instaladas 22 baterias de bocas de lobo estrategicamente posicionadas e uma grelha com caixa de passagem na Rua C-190. Ambas receberam nova pavimentação asfáltica, sendo ainda realizada a recuperação das encostas do Córrego Cascavel. O projeto foi executado em apenas 38 dias.

Nas Chácaras Maringá e Mansões Paraíso, outras obras de drenagem também já foram concluídas e entregues. No Bairro Feliz, 74% dos trabalhos totais também foram concluídos. A rede pluvial era antiga e não comportava mais o volume de água das chuvas. Diante disso, a gestão municipal construiu 3,9 quilômetros de tubulações com diâmetros de 400 a 1500 milímetros e está executando a construção de 132 bocas de lobo e de 48 poços de visita. São beneficiadas seis vias: Avenida Laurício Pedro Rasmussen, Rua L-13, Rua L-9, Rua X, Rua 806 e Rua 823.

Obras em andamento

O projeto conta ainda com obras de drenagem do Jardim Pompeia, na Vila Maria Luiza e em outros pontos do Bairro Goiá, que estão em processo de licitação. Com efeito, a Prefeitura também realiza intervenções na Avenida H, no Jardim Goiás, um dos pontos recorrentes de alagamento, bem como na região das Chácaras de Recreio São Joaquim e Jardim Novo Petrópolis.

A Rua 10, no Setor Santos Dumont, é outra parte da cidade que recebe obras de drenagem para prevenir alagamentos. A obra foi projetada para evitar danos ambientais no descarte da água das chuvas no Córrego Caveirinha, incluindo a construção de caixas de passagem para regular o volume descartado. No local, a gestão municipal trabalha na pavimentação da via, que será concluída e entregue nos próximos dias.

A previsão é de que essas obras e intervenções tenham continuidade. Com o Novo PAC, Goiânia deve receber mais R$ 1,2 bilhão para a execução de obras importantes para a cidade, incluindo drenagem urbana.


Leia mais sobre: / Cidades

Luana Cardoso

Luana

Estagiária de Jornalismo do convênio entre a UFG e o Diário de Goiás.