16 de julho de 2024
Política

Para Fábio Sousa, sem Marconi candidato, na base aliada “todo mundo é japonês”

Para o líder do Governo na Assembleia Legislativa, o deputado estadual Fábio Sousa (PSDB), não outro nome viável, dentro da base aliada, para a disputa do governo do Estado no ano que vem além de Marconi Perillo. Ele defendeu, à coluna Giro, do Jornal O Popular, que os colegas parem de criar dúvidas se Perillo disputará a reeleição. 

“Não há dúvida sobre isto, até porque não há outro nome na nossa base capaz de vencer a eleição. Não existe outro projeto mais viável para o nosso grupo. Temos de focar e trabalhar nele”, disse, ao jornalista Jarbas Rodrigues.

“Se Marconi não disputar a reeleição, todo mundo vira japonês e qualquer um pode ser candidato ao governo, inclusive eu. Mas só o governador tem condições de vencer Iris Rezende (PMDB) por exemplo”, complementou.

Veja o texto da nota na íntegra:

Líder do Governo diz que Marconi é o único nome viável na base aliada

Líder do Governo na Assembleia, o deputado Fábio Sousa (PSDB) defende que a base aliada pare de criar dúvidas se o governador Marconi Perillo (PSDB) será candidato à reeleição em 2014. “Não há dúvida sobre isto, até porque não há outro nome na nossa base capaz de vencer a eleição. Não existe outro projeto mais viável para o nosso grupo. Temos de focar e trabalhar nele”, diz. “Se Marconi não disputar a reeleição, todo mundo vira japonês e qualquer um pode ser candidato ao governo, inclusive eu. Mas só o governador tem condições de vencer Iris Rezende (PMDB) por exemplo”, ressalta. Embora o tucano afirme que o cenário seja favorável à reeleição de Marconi, ele frisa que a campanha será difícil. “Por dois motivos: sem a reforma política, a eleição será cara, porque podemos ter adversários com maior capacidade financeira, e também por conta dos desgastes naturais de um governo que vai disputar seu quarto mandato”, diz Sousa.”


Leia mais sobre: Política