16 de abril de 2024
INVESTIMENTO

Pacote do Governo Federal para financiar companhias aéreas deve chegar a R$ 6 bilhões

Expectativa é que um fundo garantidor seja criado para garantir os empréstimos que serão feitos pelas companhias aéreas
De acordo com o ministro, o valor responde às demandas das companhias aéreas. (Foto: Reprodução)
De acordo com o ministro, o valor responde às demandas das companhias aéreas. (Foto: Reprodução)

O pacote do Governo Federal para financiar as companhias aéreas deve ficar entre R$ 4 bilhões e R$ 6 bilhões. As informações são do ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho, que também informou que a proposta do projeto deve ser encaminhada para as empresas já no mês de março e que os valores serão repassados a partir de recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Além disso, a expectativa é que um fundo garantidor seja criado para garantir os empréstimos que serão feitos pelas companhias e a análise é feita em conjunto com o Ministério da Fazenda e a Casa Civil. De acordo com o ministro, o valor responde às demandas das companhias aéreas.

“Estamos trabalhando na ordem de R$ 4 bilhões a R$ 6 bilhões. Essa é a demanda das aéreas. Elas acham que esses valores seriam suficientes no primeiro momento. A gente espera trabalhar para fechar o montante ao longo do mês de março”, diz.

Os valores, segundo o ministro, são suficientes para sanar dívidas, investir e comprar novas aeronaves. Em números, Silvio relatou que a Latam sinaliza a compra de 15 novos aviões, a Gol mais 10 e a Azul mais 16. “São mais de 30 aeronaves novas que vão entrar no Brasil. Isso quer dizer mais voos operando no país e levando para mais destinos”, afirma.


Leia mais sobre: / / / / / / / / / Brasil

Maria Paula

Jornalista formada pela PUC-GO em 2022 e MBA em Marketing pela USP.