16 de julho de 2024
Violência • atualizado em 24/06/2024 às 09:54

Operação Trajeto Seguro: Operação prende membro de torcida organizada após clássico

Operação foi realizada durante os deslocamentos das torcidas organizadas para o clássico entre Vila Nova Futebol Clube e Goiás Esporte Clube
A operação resultou na prisão de um homem e apreensão de um adolescente infrator. (Foto: PCGO).
A operação resultou na prisão de um homem e apreensão de um adolescente infrator. (Foto: PCGO).

No último domingo (23), a Polícia Civil de Goiás deflagrou a Operação Trajeto Seguro, realizada durante os deslocamentos das torcidas organizadas para o clássico entre Vila Nova Futebol Clube e Goiás Esporte Clube. A operação cumpriu 3 mandados judiciais, sendo 1 mandado de prisão e 2 mandados de busca e apreensão contra indivíduos integrantes da ‘Torcida Esquadrão Vilanovense – TEV’, mais especificamente do grupo que se autointitula ’13º Comando Campos Dourados’.

A operação resultou na prisão de um homem e apreensão de um adolescente infrator. As investigações tiveram início na tarde de 10 de março deste ano, no setor Residencial Campos Dourados, em Goiânia, a partir do ataque a um torcedor do Goiás Esporte Clube, durante o trajeto de ida para uma partida das semifinais do Campeonato Goiano. No ataque, a vítima foi espancada com pauladas na cabeça e teve suas roupas roubadas, para que fossem exibidas como troféu em redes sociais.

Vítima foi espancada com pauladas na cabeça e teve suas roupas roubadas. (Foto: Reprodução/PCGO).

Os suspeitos estão sendo investigados pela prática dos crimes de associação criminosa, roubo majorado, concurso de pessoas e emprego de arma branca, lesão corporal e corrupção menor de idade. O indivíduo priso é tido pela polícia como o responsável pelos golpes na região da cabeça da vítima. A PC também apreendeu vasto material ligado a torcida organizada.

“Os indivíduos foram rapidamente identificados e as informações apontavam para um possível ataque, de uma nova empreitada durante o curso. Por isso, antecipamos a operação policial onde foi preso o maior de idade responsável diretamente pelas agressões e ataque à vítima, e apreendido com o menor de idade, que também participou dessa ação criminosa”, explicou o delegado Samuel Moura, do GEPROT/DEIC.


Leia mais sobre: / / / Cidades / Goiânia

Elysia Cardoso

Jornalista formada pela Uni Araguaia em 2019