27 de maio de 2024
MPGO • atualizado em 14/02/2023 às 11:38

Operação mira acusados de manipular resultados no futebol e apostas esportivas

Segundo as investigações o esquema conta com ajuda de jogadores profissionais
Operação investiga organização suspeita de fraudar resultados de futebol. (Foto: Divulgação/ MPGO)
Operação investiga organização suspeita de fraudar resultados de futebol. (Foto: Divulgação/ MPGO)

O Ministério Público do Estado de Goiás (MPGO), deflagrou na manhã desta terça-feira (14/02) a Operação Penalidade Máxima que investiga uma associação criminosa especializada em fraudar resultados de partidas de futebol da série B do Campeonato Brasileiro e apostas esportivas.

As investigações apontam que o grupo criminoso atua mediante a cooptação de atletas para a manipulação de resultados nas partidas por meio de ações como, por exemplo, o cometimento de pênalti no primeiro tempo dos jogos, entre outras iniciativas.

O objetivo do esquema criminoso é viabilizar o êxito em apostas esportivas de elevados valores. Em contrapartida, os atletas recebem parte dos ganhos, em caso de êxito. Estima-se que cada suspeito tenha recebido aproximadamente R$ 150 mil por aposta.

Há elementos de que o grupo atuou concretamente em, no mínimo, três partidas ocorridas no final do ano de 2022 na série B do Campeonato Brasileiro de Futebol e estima-se que os valores envolvidos no esquema ultrapassem o montante de R$ 600 mil.

Estão sendo cumpridos um mandado de prisão temporária e nove mandados de busca e apreensão, expedidos pela 2ª Vara Estadual dos Feitos Relativos a Delitos Praticados por Organização Criminosa e Lavagem ou Ocultação de Bens Direitos e Valores. Os mandados estão sendo cumpridos em Goiânia, São João del-Rei (MG), Cuiabá (MT), São Paulo (SP), São Bernardo do Campo (SP) e Porciúncula (RJ).


Leia mais sobre: / / / / Cidades

Leonardo Calazenço

Jornalista - repórter de cidades, política, economia e o que mais vier! Apaixonado por comunicação e por levar a notícia de forma clara, objetiva e transparente.