24 de junho de 2024
Investigação • atualizado em 29/09/2023 às 16:15

Operação Mata Atlântica em Pé aplica quase R$ 400 mil em multas, em Goiás

Foram constatados mais de 60 hectares desmatados ilegalmente em Goiás, nos municípios de Cachoeria Alta, Quirinópolis, Goiatuba, Buriti Alegre e Corumbaíba
Foto: Reprodução/Semad
Foto: Reprodução/Semad

A Operação Mata Atlântica em Pé, deflagrada em 17 estados do Brasil e concluída em Goiás na última sexta-feira (22), resultou em quase R$ 400 mil em multas. A ação do Ministério Público (MP) constatou mais de 60 hectares do bioma desmatados ilegalmente, em cinco municípios goianos. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (29), data de conclusão da operação nos demais estados.

Em Goiás, a ação conjunta foi realizada em parceira entre a Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (Ibama) e Batalhão Ambiental da Polícia Militar. A investigação foi realizada entre os dias 18 e 22 de setembro e identificiou crimes de desmatamento ambiental nas cidades de Cachoeira Alta, Quirinópolis, Goiatuba, Buriti Alegre e Corumbaíba.

Inicialmente, os seis primeiros alvos foram encaminhados ao MP de Goiás pelo MP do Paraná, que comunicou os órgãos de fiscalização goianos. Entretanto, a Semad identificou, ainda, mais outros 22 focos de desmatamento por meio de mecanismos de inteligência de análise espacial, imagens de satélite e técnicas de geoprocessamento.

Com efeito, na ação foram apreendidos equipamentos e ferramentas que eram usados para desmatar as áreas, como motoserras. Também foram confiscadas madeiras extraídas ilegalmente. Os responsáveis serão autuados e podem responder cível e criminalmente, além de estarem sujeitos às sanções administrativas relacionadas aos registros das propriedades rurais.

A Operação Mata Atlântica em Pé é uma ação do Ministério Público brasileiro que busca combater o desmatamento e recuperar áreas degradadas de Mata Atlântica em todo o País.


Leia mais sobre: / Notícias do Estado

Luana Cardoso

Luana

Atualmente atua como repórter de cidades, política e cultura. Editora da coluna Crônicas do Diário. Jornalista formada pela FIC/UFG, Bióloga graduada pelo ICB/UFG, escritora, cronista e curiosa. Estagiou no Diário de Goiás de 2022 a 2024.