23 de junho de 2024
Desfecho

OceanGate confirma a morte de todos os tripulantes do submarino Titan

Destroços do submersível foram encontrados pela Guarda Costeira dos EUA, que confirmou que houve uma implosão catastrófica
O submarino Titan tinha cinco tripulantes. Foto: Reprodução
O submarino Titan tinha cinco tripulantes. Foto: Reprodução

A OcenGate, empresa responsável pela expedição do submarino Titan ao navio Titanic, confirmou a morte dos cinco tripulantes do subversível que estava desaparecido há cinco dias. Na tarde desta quinta-feira (22), a Guarda Costeira dos Estados Unidos (EUA) constatou que os destroços encontrados na área de buscas são do submarino.

Conforme a BBC Brasil, o porta-voz da Guarda Costeira relatou que pela situação e disposição das peças encontradas, tudo indica que houve uma “implosão catrastrófica”. Foram encontrados pedaços da cabine de pressão e do casco do submarino Titan. Agora, o órgão continuará as buscas pelo restante dos destroços e mapeará a região para entender o que aconteceu.

De acordo com os porta-vozes, os destroços não foram encontrados próximo ao Titanic. Também informaram que ainda é muito cedo para dizer em que momento a explosão aconteceu. Há especulações de que a implosão tenha acontecido logo após a descida.

Estavam no submarino o empresário e aventureiro britânico Hamish Harding, o mergulhador francês Paul-Henri Nargeolet, o empresário paquistanês Shahzada Dawood e seu filho Sulaiman Dawood, além do CEO e fundador da OceanGate, empresa proprietária do submersível, Stockton Rush. O submarino que estava em expedição de exploração ao navio centenário sumiu na manhã do último domingo (18).


Leia mais sobre: Mundo

Luana Cardoso

Luana

Atualmente atua como repórter de cidades, política e cultura. Editora da coluna Crônicas do Diário. Jornalista formada pela FIC/UFG, Bióloga graduada pelo ICB/UFG, escritora, cronista e curiosa. Estagiou no Diário de Goiás de 2022 a 2024.