20 de maio de 2024
Avanço

Obras do Complexo Oncológico de Goiás (Cora) atingem 50% de execução

Entre os serviços já executados está a fundação dos prédios da ala infantil e de transplante de medula óssea (TMO)
No total o complexo terá mais de 44 mil metros quadrados de área construída. (Foto: Goinfra).
No total o complexo terá mais de 44 mil metros quadrados de área construída. (Foto: Goinfra).

As obras de construção do Complexo Oncológico de Referência do Estado de Goiás (Cora) atingiram 50% da execução do projeto. O hospital que está sendo construído nas proximidades do Aeroporto Internacional de Goiânia Santa Genoveva nesse momento passa por uma implantação da rede de esgoto, tubulações de água fria e quente, sistema de prevenção e combate a incêndios, piso e contrapiso.

Além disso, as equipes também trabalham na execução de paredes, dutos e sistema de ar-condicionado e nas instalações elétricas. “Estamos em um momento em que concluímos as etapas fundamentais e avançamos para a conclusão no prazo estimado da obra. Seguimos rigorosas normas técnicas e padrões internacionais específicos para esse tipo de projeto”, informou o presidente da Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra), general Antônio Leite dos Santos Filho.

A eficiência na execução e a celeridade dos processos são resultados do engajamento das equipes que abraçaram o objetivo de promover mais infraestrutura em prol de mais saúde para os goianos.

Antônio Leite dos Santos Filho

Entre os serviços já executados no Cora estão a fundação dos prédios da ala infantil e de transplante de medula óssea (TMO), implantação das estruturas metálicas e a concretagem de pisos e lajes. No total o complexo terá mais de 44 mil metros quadrados de área construída. Serão:

  • 148 leitos
  • Capacidade para atendimento ambulatorial oncológico adulto e infantil
  • Serviços de diagnóstico
  • Salas para infusão de medicamentos
  • Centros de reabilitação e quimioterapia
  • Serviços de apoio e pronto atendimento com funcionamento 24 horas
  • Além de leitos de UTI

Padrão internacional

Primeiro hospital público destinado exclusivamente para o tratamento do câncer em Goiás, o Cora é construído, desde a concepção do projeto, com tecnologia de ponta nos moldes do Hospital de Amor, de Barretos (SP). A intenção é atender aos padrões internacionais de medicina já aplicados na unidade paulista.

Investimentos para o Cora

Em março, uma equipe da Secretaria da Saúde de Goiás (SES-GO), Secretaria-Geral de Governo (SGG) e Procuradoria-Geral do Estado reuniram-se com membros do Ministério da Saúde e da Casa Civil da Presidência da República para debater sobre os investimentos para o Cora.

Na ocasião, o secretário da Saúde de Goiás, Rasível Santos, destacou que além de discutir os investimentos destinados para a aquisição dos equipamentos da área para a assistência de crianças e adolescentes, a equipe conversou sobre os recursos a serem disponibilizados para as fases 2 e 3 da unidade, referentes ao tratamento de pacientes adultos e à prevenção à doença.

A primeira fase está prevista para ser concluída no final deste ano, a área infanto-juvenil contempla, além dos leitos, espaço destinado ao lazer dos pacientes e acomodação para as famílias e ambiência totalmente humanizada e lúdica.

O investimento nesta etapa, destinada ao atendimento de crianças e adolescentes, será de R$ 180 milhões.


Leia mais sobre: / / Cidades / Notícias do Estado

Elysia Cardoso

Jornalista formada pela Uni Araguaia em 2019