28 de maio de 2024
Manifestação • atualizado em 25/05/2023 às 17:09

OAB-GO reforça acompanhamento e suporte a advogado agredido na CPP

O advogado criminal levou coronhadas na cabeça dentro da Casa de Prisão Provisória de Aparecida, durante visita a cliente preso
Foto: Leo Iran
Foto: Leo Iran

A Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Goiás (OAB-GO) se manifestou a favor do advogado criminal, Gabriel Castro, agredido por um policial penal durante procedimento de revista na Casa de Prisão Provisória (CPP). A entidade afirmou que está acompanhando o caso e classificou a conduta do agente público como “lastimável”.

Conforme nota da OAB, assim que a Comissão de Direito e Prerrogativas (CDP) recebeu informações sobre o ocorrido, compareceu ao Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, na CPP, para acompanhar o advogado.

Ainda de acordo com a entidade, assim que constatada as lesões corporais decorrentes da coronhada sofrida por Gabriel Castro, seguiram para registro de boletim de ocorrência no 4º Distrito Policial da Polícia Civil e no Instituto Médico Legal (IML) para exame de corpo de delito. 

A OAB informou que está apurando a suposta discussão entre o advogado e o policial, antes da agressão física. No entanto, a Seccional Goiana requereu afastamento imediato do policial penal para procedimento investigatório, o que já foi considerado pela Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP).

Em nota, a entidade afirmou que segue no “resguardo das prerrogativas e na defesa da cidadania em qualquer instância”. Disse ainda que atuará na “busca pela responsabilização do caso”. A Seccional finalizou reiterando que “é contrária a qualquer tipo de violência e defende o direito ao devido processo legal, ao cumprimento da pena justa e à dignidade para todos”, pontuou.

Por fim, o presidente da OAB-GO, Rafael Lara, ainda convocou advogados e membros da Seccional para se manifestarem contra a agressão. Os colegas de profissão se reuniram na porta da Secretaria de Segurança Pública Municipal de Aparecida de Goiânia, na tarde desta quinta-feira (25), em apoio a Gabriel e em repúdio ao ato.


Leia mais sobre: / / / / Cidades

Luana Cardoso

Luana

Estagiária de Jornalismo do convênio entre a UFG e o Diário de Goiás.