25 de julho de 2024
Política

OAB-GO critica forma como Câmara dos Deputados escolhe presidentes de comissões

O presidente da OAB-GO, Henrique Tibúrcio, manifestou preocupação com a Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados. Segundo ele, o deputado Marco Feliciano (PSC-SP) tem de reconhecer que sua permanência no cargo é inviável.

“Já ficou claramente demonstrado que o deputado não tem as mínimas condições de permanecer num cargo como esse, não conseguiu realizar sequer uma sessão. O que se espera e quem preside uma comissão de direitos humanos é que seja verdadeiramente comprometido com os avanços que a sociedade já conquistou no que diz respeito às desigualdades, à diversidade, às minorias. Ele já deu declarações públicas de que pensa diferente desse sentimento, portanto não é a pessoa certa para o cargo”, afirmou Tibúrcio.

O presidente da OAB critica a forma como a Câmara elabora a composição de seus cargos. “Mais uma vez o Congresso dá uma demonstração ruim à sociedade. Neste caso, prevaleceram o fisiologismo, o conchavo, a troca de favores e o loteamento de cargos. Os parlamentares mais vocacionados para cada matéria é que deveriam ocupar os cargos dentro de cada comissão.”


Leia mais sobre: Política