24 de maio de 2022
Cidades

O quê as empresas do transporte coletivo querem?

O estudo encomendado pelo Sindicato das Empresas do Transporte Coletivo (SETRANSP) sobre a sustentabilidade financeira do setor, em Goiânia, conduz para a existência de um déficit de R$ 42 milhões, em 2013.

O Diário de Goiás teve acesso ao estudo e publica a íntegra para a análise dos leitores.

O SETRANSP apresentou o estudo no seminário do Ministério Público sobre o transporte coletivo e será analisado pelo grupo de trabalho formado a partir do encontro. 

Continua após a publicidade

ACESSE A ÍNTEGRA: Sustentabilidade do transporte coletivo – SETRANSP

Leia mais sobre:
Cidades