28 de junho de 2022
Goiânia

“O prejuízo é grande para todo mundo”, diz Iris sobre fechamento do comércio

Iris Rezende pretende discutir assunto com Ronaldo Caiado. Foto: Prefeitura de Goiânia.
Iris Rezende pretende discutir assunto com Ronaldo Caiado. Foto: Prefeitura de Goiânia.

A Prefeitura de Goiânia acompanha decreto estadual que instituiu a quarentena intermitente, ou seja, 14 dias de fechamento, seguidos de 14 dias de abertura das atividades consideradas não essenciais. Após a primeira parte da quarentena, a tendência é que o comércio continue aberto e não volte a ser fechado, após o período em que o funcionamento será autorizado. O prefeito Iris Rezende pretende discutir a questão com o governador Ronaldo Caiado.

“Eu entendo que vamos cumprir o escalonamento inicial de 14 dias e conforme o comportamento da população vamos continuar abertos. De forma que tudo depende de avaliações e ao mesmo tempo de decisões com o espírito público levando em conta o interesse e a garantia de Saúde com a população”, disse o prefeito em entrevista à TV Anhanguera.

O prefeito Iris Rezende argumentou que é grande o prejuízo para todo mundo com o fechamento das atividades comerciais. “Temos um projeto para reduzir esse fechamento, porque o prejuízo é grande para todo mundo, quantas pessoas estão sem levar alimento para casa porque está desempregado, pelo fechamento”, declarou.

Continua após a publicidade

Iris relatou que pediu uma audiência com Ronaldo Caiado para tratar da questão e argumentou que a assistência à saúde na capital está sob controle com a ampliação da estrutura de combate à Covid na capital.

“Já pedi uma audiência com o governador e vou levar uma proposta para uma saída diferente para Goiânia e está devidamente assistida, a prefeitura está devidamente preparada, contratamos mais de 300 funcionários na área da saúde, médicos, assinamos convênio com hospitais particulares, contratando as UTIs de hospitais particulares que fizeram um preço especial de 3 mil reais e tomamos todas as providências”, relatou.