28 de maio de 2024
Sabatina • atualizado em 28/04/2024 às 11:55

O pai da criança sou eu, diz Wilder Morais sobre universidades em Jataí e Catalão

Senatoriável do PL propõe criar outras duas instituições educacionais federais, uma em Porangatu e outra em Cidade Ocidental
Candidato ao Senado pelo PL, Wilder Morais (Foto: Altair Tavares/Diário de Goiás)
Candidato ao Senado pelo PL, Wilder Morais (Foto: Altair Tavares/Diário de Goiás)

O ex-senador Wilder Morais (PL), que está na disputa para retornar ao seu antigo cargo, disse, durante sabatina realizada por Rádio Bandeirantes e Diário de Goiás, nesta terça-feira (20/9), que ele é o principal responsável pela criação das universidades federais de Catalão (UFCAT) e Jataí (UFJ).

“Começou comigo. O pai da criança é Wilder Morais”, frisou. Questionado se não seria o ex-governador Marconi Perillo (PSDB), um de seus adversários na corrida pelo Senado, o candidato do PL negou. “Foram criadas no governo federal. Não é aqui, não. Eu sou o autor das rubricas das universidades e sou também o relator de plenário da criação de novas universidades de Catalão e Jataí.”

Wilder lembrou que, em 2013, ele foi o relator setorial da educação no Senado. Naquela época, o estado tinha apenas uma universidade federal, a UFG. Foram propostas mais quatro, mas apenas a UFCAT e a UFJ vingaram.

“Se eu tivesse feito só isso na minha vida, já estava realizado”, afirmou. O senatoriável, contudo, garantiu que, se for eleito, pretende dar continuidade aos projetos de criação das outras duas universidades federais em solo goiano: uma em Porangatu, na Região Norte, e outra em Cidade Ocidental, no Entorno do Distrito Federal.

Na sabatina, Wilder também comentou sobre a polêmica do orçamento secreto. “Não defendo orçamento secreto, mas, se eu chegar lá e tiver, a maior parte será para Goiás”, declarou. “Vou fazer o meu papel de senador.”

Oficialmente apoiado por Jair Bolsonaro (PL), o candidato a senador aposta no crescimento nas pesquisas de intenção de voto. Segundo ele, em razão da força do bolsonarismo em Goiás, “com certeza ser o candidato do presidente tem uma diferença muito grande”.


Leia mais sobre: / / Catalão / Eleições 2022 / Política

Domingos Ketelbey

Jornalista e editor do Diário de Goiás. Escreve sobre tudo e também sobre mobilidade urbana, cultura e política. Apaixonado por jornalismo literário, cafés e conversas de botequim.