28 de fevereiro de 2024
Cenário epidemiológico • atualizado em 04/03/2022 às 12:44

Número de casos de covid-19 cai em 92% em Goiás em um mês

Curva da ômicron aponta grande queda no número de casos no último mês em Goiás
Pessoas em fila para testes de covid-19. (Foto: SMS Goiânia)
Pessoas em fila para testes de covid-19. (Foto: SMS Goiânia)

O número de casos de covid-19 em Goiás teve redução de 92,33% em um mês, de acordo com os dados disponibilizados pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-GO). O estado chegou a um pico de contaminação entre 16 e 22 de janeiro, com 49.564. Na última semana consolidada, esse dado foi de 3.797.

A queda do número de casos é contínua e forte. Desde o pico de meados de janeiro, as infecções vêm caindo. Foram 38.618 entre 23 a 29 de janeiro, 7.349 entre 13 e 19 de fevereiro, até chegar aos 3.797 entre 20 e 26 de fevereiro. Os dados, porém, ainda podem mudar de acordo com a verificação dos registros inseridos pelos municípios.

Em Anápolis, a queda também foi acentuada. Em janeiro, foram 10.785 casos. Esse número foi reduzido para 1.096 em fevereiro, numa expressiva queda 89.83% em um mês. Já em Goiânia, a redução foi de 82%. A capital teve 22.512 casos em janeiro e 3.870 em fevereiro.

Casos de covid-19 em Goiânia, em laranja.

A queda nos casos reflete também nas internações. Nesta quinta-feira (3), a rede estadual recebeu apenas um pedido de internação em UTI por covid-19. O número de internados pela doença caiu para 172, sendo 103 em terapia intensiva.

Atualmente, a ocupação da rede estadual de internação é de 60% nas UTIs. Na enfermaria, a ocupação nesta sexta-feira (4) é de 34%.

As mortes, em Goiás, também caíram de 177, entre 23 e 29 de janeiro, para 69, de 20 a 26 de fevereiro, uma redução de 61%.

Estado pode liberar máscara

Como adiantado pelo DG, a SES-GO estudo liberar o uso de máscara em ambientes abertos numa avaliação de 15 dias depois do carnaval. Caso não haja um repique de contaminação, o estado deve ter condições de desobrigar a utilização. Em Anápolis, a medida já está em vigor.


Leia mais sobre: Cidades