20 de julho de 2024
Goiânia

Novo shopping vai gerar 1,7 mil empregos diretos e indiretos em Goiânia

 

Com a capacidade de gerar 1,5 mil empregos indiretos e 200 diretos, um shopping de semijoias será inaugurado nesta quarta-feira, 09, na Avenida Bernardo Sayão. Durante a abertura do centro de compras, que está marcada para às 7h30, o prefeito de Goiânia, Iris Rezende, vai anunciar o início da elaboração do projeto de revitalização da avenida onde está localizado o shopping e também do Bairro de Campinas. O centro comercial vai comportar 60 lojas e o primeiro do segmento na Capital.

 

De acordo com o presidente da Associação Comercial e Industrial da Avenida Bernardo Sayão e Adjacências (Acibs), Cairo Myron Ferreira Ramos, nos últimos anos, a avenida assistiu ao fechamento de 800 de seus 2,2 mil pontos comerciais. “Com a revitalização, comerciantes da região esperam recuperar os prejuízos dos últimos anos e principalmente aumentar o número de lojas em toda extensão da avenida”, salienta Cairo.

 

Em julho, o prefeito Iris Rezende criou uma Comissão Especial de Trabalho para discutir junto com moradores e comerciantes da região o plano de revitalização desses dois grandes polos empresarias da Capital. “É necessário preservarmos as condições para que essa tradicional região do comércio da capital possa continuar desempenhando seu papel de indutor do emprego, do desenvolvimento de um empreendedorismo típico da nossa cidade”, enfatizou o prefeito.

 

Segundo dados da Prefeitura de Goiânia, 30% dos compradores que chegam a Goiânia gostariam de comprar semijoias, mas, acabam indo para outros estados. Enquanto isso, pouca gente sabe que Goiás já conta com indústrias de primeira linha no ramo. Mesmo estando no centro do País e fabricando peças de alto padrão, o Estado ainda é pouco conhecido pela produção e os lojistas compram fora. Cada loja do Shopping das Joias terá 22 metros quadrados e um espaço de 800 metros quadrados para eventos. Segundo o diretor superintendente do Shopping das Joias, Wilton Lázaro Ferreira, o centro comercial será climatizado e contará com um estacionamento para 90 veículos e ônibus de turismo.


Leia mais sobre: Goiânia