28 de junho de 2022
Política

Novo relatório eleva déficit das contas do governo de Goiás para R$6,1 bi

Cópia do relatório apresentado aos sindicatos ( Foto Altair Tavares)
Cópia do relatório apresentado aos sindicatos ( Foto Altair Tavares)

Disposto a alcançar a transparência total das contas do Estado de Goiás, o governador Ronaldo Caiado (DEM) agendou para o sábado, 19, uma apresentação dos números do governo. A assessoria divulgou como “apresentação da real situação das contas do Estado. Arrecadação, dinheiro em caixa. Dados serão disponibilizados pela Sefaz”.

LEIA TAMBÉM: Governo Caiado e Sindicatos de Servidores não chegam a acordo sobre pagamento de dezembro

Em encontro com os servidores públicos do Estado de Goiás, o secretário de Governo Ernesto Roller, divulgou uma planilha que aponta um déficit de R$6.190.201.000,00 projeto para o ano de 2019. Aquele número reiteradamente divulgado pelo governador (R$3,6 bi) não correspondia à realidade das contas.

Continua após a publicidade

Na planilha, consta a despesa de R$22 bilhões contra receita projetada de R$18,7 bilhões. As despesas com pessoal chegarão a R$15,3 bilhões e representarão 83% da receita projetada. A despesa com pessoal teve forte crescimento de 2018 (R$12,6 bilhões) para 2019 (15,3 bilhões) é um dos maiores impactos.

Durante entrevista coletiva em Catalão na sexta, 18, o governador Caiado esclareceu que vai, a partir de sábado, “expor todo o gráfico de arrecadação do estado online, ao vivo”. E arrematou que “o povo de Goiás vai ver quando entra cada real no cofre público e como o dinheiro tem que ser usado e deve ser usado, com transparência”.

Os servidores e a folha salarial de dezembro, deixada em aberto pelo governo anterior, que “levou o Estado a essa situação de falência completa”, repetiu o governador, mais uma vez.

Continua após a publicidade

“Eu peço a compreensão dos servidores porque o Estado sozinho não consegue sair dessa situação. Nós precisamos do apoio de todos e nós estamos em negociação com os servidores”, salientou.