17 de agosto de 2022
Queda de braço • atualizado em 03/08/2022 às 16:20

Nova direção do Pros quer retirar candidatura de Pablo Marçal e apoiar Lula

Reconduzido ao cargo, ex-presidente Eurípedes Júnior quer mudar os planos da legenda nas eleições nacionais; informação foi confirmada ao Diário de Goiás por Dhone Rodrigues
Com a nova direção, o coach Pablo Marçal teria sua candidatura retirada e o PROS abriria diálogo para apoiar o ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (Reprodução/Instagram)
Com a nova direção, o coach Pablo Marçal teria sua candidatura retirada e o PROS abriria diálogo para apoiar o ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (Reprodução/Instagram)

A nova direção do Pros que voltou ao comando do partido com o ex-presidente Eurípedes Júnior sendo reconduzido ao cargo quer mudar os planos da legenda nas eleições nacionais. Com isso, o coach Pablo Marçal teria sua candidatura retirada e o partido abriria diálogo para apoiar o ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT). A informação foi confirmada ao Diário de Goiás, por Dhone Rodrigues que comandava a legenda em Goiás e tem expectativa de retomar à direção ainda nesta quarta-feira (03/08).

“Ele [Euripedes] quer acabar com o partido”, disse Rodrigues sobre a movimentação. O Diário de Goiás tentou falar com o atual presidente sobre a articulação e o comentário feito por Dhone. Até a publicação deste texto, o mandatário ainda não havia retornado. O espaço está aberto e poderá ser atualizado.

As candidaturas confirmadas e costuras políticas feitas pelo partido foram colocadas em xeque com a recondução de Eurípedes Júnior ao comando da legenda. Ele estava afastado desde março quando o goiano Marcus Holanda assumiu a direção nacional da legenda. Foi Holanda quem bancou Pablo Marçal e seu grupo na legenda confirmando a pré-candidatura à presidência da República. A decisão do ministro Jorge Mussi, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), reconduziu Júnior ao cargo e levantou dúvidas sobre a candidatura do coach.

Continua após a publicidade

De acordo com o advogado do Pros, Bruno Pena a legenda vai se reunir em uma nova convenção na próxima sexta-feira (05) para definir os rumos do partido e confirmar o apoio ao ex-presidente Lula. “A própria convenção que eles fizeram outorgou poderes para a Executiva Nacional decidir a respeito. Por esses poderes delegados na própria convenção, pode rever qualquer decisão. Prazo para convocação é uma irregularidade sanada. Isso não impede a realização de uma nova convenção”, pontuou.

Em Goiás, Holanda e Rodrigues que haviam lançado o empresário André Antônio ao Palácio das Esmeraldas, recuaram e fecharam apoio ao governador Ronaldo Caiado (União Brasil). A convenção à portas fechadas realizada nesta terça-feira (02/08) sacramentou o acordo. A ata confirmou o apoio aos candidatos do União Brasil (Ronaldo Caiado) e ao vice indicado pelo MDB (Daniel Vilela). Pena destacou que uma nova convenção será realizada em âmbito estadual, o que poderia rever o apoio ao democrata.

LEIA TAMBÉM: Convenção do Avante confirma apoio à reeleição de Caiado (diariodegoias.com.br)

Continua após a publicidade

Leia mais sobre:
Política