logomarcadiariodegoias2017

ValerioLima (1).jpgAs inscrições estão abertas até o dia 28 de abril.  Shiatsu Kangendô é ensinado com exclusividade pela Kangendô – Escola Brasileira de Terapias Orientais

O curso de Shiatsu Kangendô, método desenvolvido pelo Sensei brasileiro Valério Lima a partir da junção de conceitos fundamentais da medicina tradicional japonesa, está com as inscrições abertas em Goiânia até o dia 28 de abril. A formação tem carga horária de 100 horas e pode ser feita por qualquer pessoa que se interesse pela técnica.

Ensinado com exclusividade pela Kangendô – Escola Brasileira de Terapias Orientais e Acupuntura Japonesa, o Shiatsu Kangendô possui três níveis principais, assim como nas artes marciais japonesas: Shoden – conhecimento preliminar ou de base; Chuden – conhecimento intermediário; e Okuden – conhecimento avançado ou secreto.

A técnica, que é fruto de mais de 17 anos de estudos e prática clínica, é aplicada como uma massagem forte com pressão dos dedos, que ativa os pontos específicos ao longo dos meridianos ou canais de energia do corpo. Para elaborar uma metodologia genuinamente brasileira, Valério Lima explica que utilizou conceitos de terapias orientais, como o Keiraku (meridianos), Tsubôs (acupontos), Kori e Katakori, a teoria do balanço energético, Jitsu e Kyo, Ikitatsubo (pontos vivos), Oring Teste (cinesiologia japonesa), Pontos Yu e Bo e outras técnicas de realinhamento corretivo e de reorganização estrutural, como Sotai e Seitai.

Ele conta que os princípios milenares da medicina chinesa também influenciaram a técnica brasileira, que tem como foco equilibrar a energia do corpo a partir de massagens fortes, que desbloqueiam as contrações musculares causadoras das dores. Segundo o sensei Valério Lima, o Shiatsu Kangendô, por meio da pressão dos dedos realizada nos pontos e meridianos do corpo, age na musculatura, circulação sanguínea e linfática estimulando o organismo e o metabolismo, promovendo uma ação relaxante e o reequilíbrio energético, físico e mental. “Com a técnica é possível tratar dores como ciatalgia; lombalgia; cervico-braquialgia; tendinite; epicondilite; ombralgia; torcicolo; dores no joelho, entre outras”, destacou.

Sugestões e críticas, mande um Zap para a Redação

whatsapp 512

62 9 9820-8895

SEARCH