logomarcadiariodegoias2017

(Foto: Marcos Bizzotto/AGIF/Folhapress)
saida lula

Militantes e apoiadores de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) bloquearam, na tarde deste sábado (7), as passagens internas do Sindicado dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, para dificultar a saída do ex-presidente e da polícia.

As lideranças sindicais tentam dialogar, mas há grande resistência em obedecer as orientações para que Lula se entregue sem problemas.

A presidente do PT e deputada federal, Gleisi Hoffmann, subiu em um trio elétrico e pediu aos apoiadores que liberem a saída do ex-presidente Lula.

Ela explicou o risco da resistência gerar um pedido de prisão preventiva e dificultar os recursos, além do risco da polícia chegar e retirar os manifestantes com violência.

Lula disse durante pronunciamento em frente ao sindicado, na manhã desta sábado, que se entregaria.

A fala do ex-presidente aconteceu foi no final de ato em homenagem à ex-primeira-dama Marisa Letícia.

Segundo a assessoria de imprensa da 13ª Vara Federal do Paraná, o ex-presidente Lula não pode ser considerado foragido e também não terá descumprido ordem judicial ao não se apresentar conforme o proposto por Moro.

Lula foi condenado por Moro no caso do tríplex de Guarujá em julho de 2017. Em janeiro, os juízes do TRF-4 confirmaram a condenação e votaram por aumentar a pena do petista para 12 anos e um mês de prisão.

Sugestões e críticas, mande um Zap para a Redação

whatsapp 512

62 9 9820-8895

+ SAIBA MAIS, PESQUISE NO DG

SEARCH