logomarcadiariodegoias2017

(Juca Varella/Agência Brasil)
prisao lula

ANA LUIZA ALBUQUERQUE
CURITIBA, PR (FOLHAPRESS) - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) deve seguir regras similares às de outros presos na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba (PR), com a diferença de que estará isolado dos demais.

O petista ficará em uma sala no NIP (Núcleo de Inteligência Policial), no quarto andar do prédio. Isso significa que Lula estará fora da custódia, onde estão detentos como o ex-ministro Antonio Palocci e o sócio da OAS Léo Pinheiro (também condenado no caso do tríplex).

Tanto as visitas como o banho de sol não serão realizados em conjunto com os demais presidiários. Ainda assim, a princípio, as regras são as mesmas: visitas às quartas-feiras e duas horas de banho de sol por dia. Caso Lula se apresente à carceragem nesta sexta (6), como determinou o juiz Sergio Moro, é possível que seja negociada uma visita antes da próxima quarta-feira (11). 

No despacho, Moro afirmou que, "em razão da dignidade do cargo ocupado", foi preparada uma sala reservada, "espécie de Sala de Estado Maior", na qual Lula ficará separado dos demais presos, sem risco para sua integridade moral ou física. 

Com dimensões de 3 m x 5 m, a sala conta com uma cama, uma mesa e um banheiro exclusivo. O cômodo, utilizado como dormitório por agentes da polícia em missão, passou por algumas modificações para a chegada do ex-presidente, como a retirada de uma cama beliche.

O local será vigiado 24h por dia, em um revezamento entre servidores da Polícia Federal, para garantir a segurança do petista. 

Lula tem até as 17h desta sexta (6) para se apresentar à PF em Curitiba. O petista ainda avalia se cumprirá a determinação ou se aguardará a polícia buscá-lo em São Bernardo do Campo (SP), como desejam aliados.

Sugestões e críticas, mande um Zap para a Redação

whatsapp 512

62 9 9820-8895

SEARCH