logomarcadiariodegoias2017

adriano mamute foto reproducao facebook.jpg

Um lutador de MMA foi assassinado em um distrito de Belém, a capital do Pará.

Adriano Sylberth Santana Pereira, 29, -conhecido como Mamute- foi atacado em sua casa, em Outeiro (70 km de Belém), por volta das 23h30 (horário local) desta segunda-feira (2).

De acordo com a Polícia Civil, o lutador foi atingido por um tiro no rosto e, na sequência, esfaqueado várias vezes no tórax.

A mulher da vítima e o filho do casal, de nove anos, presenciaram o crime e saíram ilesos do ataque.

Segundo a polícia, três suspeitos participaram do crime. Eles chegaram até a casa da família do lutador pela porta dos fundos.

Os suspeitos bateram na porta e quem a abriu foi o lutador, que deparou com os criminosos armados e com os rostos cobertos com camisas.

Adriano tentou fugir e correu até um dos quartos da casa para proteger a mulher e o filho. Ali, o lutador foi baleado no rosto.

Após atirar no lutador, os suspeitos pediram os aparelhos celulares do casal. A mulher da vítima entregou um dos celulares. Quando deixavam a casa, os criminosos perceberam que Adriano ainda estava vivo e voltaram a esfaqueá-lo.

A vítima morreu no local.

O caso está sendo investigado na Divisão de Homicídios do Pará e, segundo os investigadores, ainda não se sabe o que motivou o crime. Até esta publicação, nenhum suspeito havia sido preso.

Adriano acumulava trinta lutas na carreira. Além do esporte, era eletricista naval e tinha emprego fixo. Segundo a polícia, o lutador não tinha ficha criminal e não sofreu nenhuma ameaça recente.

O corpo da vítima ainda permanecia no Centro de Perícias Criminais de Belém até o final da manhã desta terça-feira (3). (Folhapress) 

Sugestões e críticas, mande um Zap para a Redação

whatsapp 512

62 9 9820-8895

+ SAIBA MAIS, PESQUISE NO DG

SEARCH