13 de junho de 2024
Esportes

Nos pênaltis, Fortaleza conquista a Copa do Nordeste pela terceira vez

Fortaleza - Campeão da Copa do Noredeste 2024 (Foto - Ithalo Silva/CBF)
Fortaleza - Campeão da Copa do Noredeste 2024 (Foto - Ithalo Silva/CBF)

Com um roteiro eletrizante, o Fortaleza conquistou a Copa do Nordeste Betnacional pela terceira vez em sua história neste domingo (9). O CRB devolveu o resultado de 2 a 0 sofrido para o Laion no Castelão e levou a decisão aos pênaltis, onde o Leão do Pici ganhou por 5 a 4 mostrou força para superar a pressão da torcida adversária e levantar a taça. Yago Pikachu marcou o pênalti decisivo.

Tricampeão, o Tricolor cearense se junta a Sport e Ceará e se aproxima de Bahia e Vitória, maiores vencedores da competição, com quatro títulos. A equipe comandada por Juan Pablo Vojvoda também se classificou diretamente para a terceira fase da Copa do Brasil de 2025.

O feito do Fortaleza não apaga a campanha realizada pelo CRB, que não disputava a final havia 30 anos, tampouco a festa da torcida alagoana, que lotou o Rei Pelé com as cores alvirrubras em demonstração de paixão pelo Galo da Pajuçara.

A taça da Copa do Nordeste foi levada ao campo por Joãozinho e Clodoaldo, ídolos de CRB e Fortaleza, respectivamente.

O JOGO

Em desvantagem de dois gols, a equipe mandante partiu para cima do Fortaleza no início do jogo, impulsionado pelos torcedores presentes no Rei Pelé. Do outro lado, o Fortaleza viu Moisés se machucar, sua principal arma de ataque, e ser substituído aos cinco minutos. Zagueiro do CRB, Saimon também sentiu lesão e foi trocado por Gustavo Henrique.

Aos 20 minutos, Anselmo Ramon chutou para fora chance na entrada da área. Os visitantes responderam e tomaram as rédeas da partida até a reta final do primeiro tempo.

Aos 40 minutos, Fábio Alemão teve a primeira grande chance da partida. Ele recebeu passe dentro da área de Léo Pereira e finalizou em cima do goleiro João Ricardo, que espalmou. Nos acréscimos, Hereda fez a bola chegar a Anselmo Ramon, mas o atacante não conseguiu o domínio para finalizar.

Até a metade do segundo tempo, ainda não havia acontecido oportunidades claras para nenhum dos lados. Na primeira chance, o gol saiu. Aos 21 minutos, João Neto aproveitou sobra de escanteio e, na pequena área, diminuiu a diferença para o CRB.

Bruno Pacheco mostrou que o Fortaleza estava vivo no jogo e, aos 30 e 31 minutos, chutou com perigo e assustou o CRB, que queria o título a todo custo. Aos 35 minutos, Mike quase empatou em cabeceio sem força, mas que acertou o travessão.

Aos 41 minutos, João Neto, de apenas 20 anos, ampliou para o CRB e empatou o placar agregado da final. Bem posicionado, o atacante aproveitou desvio e chutou para o fundo das redes. Diante do 2 a 0, a decisão foi para os pênaltis.

O CRB iniciou as cobranças com Anselmo Ramon, que chutou por cima, e Lucero colocou o Fortaleza à frente. A partir disso, as equipes alternaram acertos, até que Yago Pikachu deslocou o goleiro adversário para o título do Leão do Pici no Rei Pelé, fechando a série em 5 a 4.

CRB: Matheus Albino; Hereda, Fábio Alemão, Saimon (Gustavo Henrique) e Matheus Ribeiro; Falcão (João Neto), Gegê e Facundo Labandeira (Mike); João Pedro, Léo Pereira e Anselmo Ramon. Técnico – Daniel Paulista.

FORTALEZA: João Ricardo; Emanuel Brítez, Kuscevic, Tomás Cardona e Bruno Pacheco (Tinga); Pedro Augusto (Matheus Rossetto), Hércules e Pochettino (Pedro Rocha); Yago Pikachu, Moisés (Machuca) (José Welison) e Lucero. Técnico – Juan Pablo Vojvoda.

Informações – CBF News


Leia mais sobre: / / / Esportes