16 de abril de 2024
Mercado de trabalho • atualizado em 18/02/2024 às 08:42

No Centro-Oeste, Goiás é destaque na geração de empregos no comércio

O estado saiu de 794 mil para 873 mil trabalhadores no comércio no último trimestre de 2023, à frente de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal
Foto: Secom Goiânia
Foto: Secom Goiânia

O Estado de Goiás foi o que mais gerou empregos no comércio no último trimestre de 2023 na Região Centro-Oeste. Os dados da Pesquisa Nacional por Amostra Domiciliar Contínua (PNAD Contínua) divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) aponta aumento de 7,4% em relação ao trimestre anterior.

Conforme a PNAD, Goiás saiu de 794 mil pessoas para 873 mil empregos no comércio. A pesquisa do IBGE ainda mostra que, em comparação com o último trimestre de 2022, houve aumento de 10% das pessoas ocupadas no grupamento do comércio, o que representa, em números absolutos, mais 79 mil trabalhadores na área.

Destaque no Centro-Oeste

No ranking do Centro-Oeste Goiás está à frente de Mato Grosso, com 432 mil, seguido por Mato Grosso do Sul, com 283 mil, e Distrito Federal, com 270 mil. Outros levantamentos do IBGE indicaram também o crescimento nos demais setores da economia goiana, como a Pesquisa Industrial Mensal – Produção Física (PIM-PF), que apontou o estado como a oitava alta consecutiva do país e com a terceira maior variação entre as unidades federativas.

Neste segmento, Goiás teve acréscimo de 22% na comparação entre dezembro de 2022 e 2023. O resultado levou a um acumulado no último ano de 6,1%, fazendo com que o Estado ficasse atrás apenas de Rio Grande do Norte e do Espírito Santo.  


Leia mais sobre: / / / Economia / Notícias do Estado

Luana Cardoso

Luana

Estagiária de Jornalismo do convênio entre a UFG e o Diário de Goiás.