24 de maio de 2024
Tragédia • atualizado em 23/01/2024 às 10:30

Naufrágio em Madre de Deus, na Bahia deixa 8 mortos; vítimas retornavam de festival

O acidente aconteceu por volta das 22h, quando o barco deixou a ilha de Maria Guarda, local onde acontecia a tradicional festa Madre Verão 2024
Conforme a Marinha, foi aberta uma investigação sobre o barco, que possivelmente realizava transporte irregular de passageiros. (Foto: Reprodução/Redes sociais).
Conforme a Marinha, foi aberta uma investigação sobre o barco, que possivelmente realizava transporte irregular de passageiros. (Foto: Reprodução/Redes sociais).

Oito pessoas morreram após uma embarcação virar em Madre de Deus, Região Metropolitana de Salvador (BA), na noite do último domingo (21). O acidente aconteceu por volta das 22h, quando o barco deixou a ilha de Maria Guarda, local onde acontecia a tradicional festa Madre Verão 2024, promovida pela prefeitura.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, na manhã desta terça-feira (23), os corpos de Alice Maria Souza, de 6 anos e Vanderson Souza, de 41 anos, foram encontrados. Além das vítimas fatais, outras cinco pessoas foram resgatadas e receberam atendimento médico. No total, a embarcação que comportava 10 passageiros e um tripulante, transportava 25 pessoas.

Conforme a Marinha, foi aberta uma investigação sobre o barco, que possivelmente realizava transporte irregular de passageiros, uma vez que está inscrito na classe “saveiro”, para uso exclusivo em atividades de esporte ou recreio, ou seja, a embarcação não era habilitada para o uso comercial.

Em entrevista coletiva, o capitão dos Portos da Bahia, Wellington Lemos Gagno, confirmou que testemunhas afirmam que além da superlotação, também houve uma briga no barco que naufragou. “Pode ter ocorrido, mas os inquéritos vão apurar, dessa briga ter levado as pessoas para um mesmo lado da embarcação. Isso tira a estabilidade do barco e pode ser um dos fatores que contribuiu para o emborcamento”, disse.

Luto oficial

A Prefeitura Municipal de Madre de Deus decretou Luto Oficial em todo território municipal em sinal de pesar e em homenagem à memória das vítimas do acidente marítimo. “Que as famílias sejam confortadas neste momento de grande tristeza”, disse a prefeitura em nota.


Leia mais sobre: / / / / Brasil

Elysia Cardoso

Jornalista formada pela Uni Araguaia em 2019