24 de maio de 2022
Cidades • atualizado em 12/02/2020 às 23:50

“Não dá para ficar criticando e ocupando cargos”, avalia Daniel Vilela sobre o PMDB

(Foto: Petras de Souza/Rádio 730)
(Foto: Petras de Souza/Rádio 730)

O deputado federal Daniel Vilela (PMDB) afirmou que o PMDB precisa se posicionar em relação a manutenção ou rompimento da aliança do partido com o PT, em Goiânia, de forma coerente e transparente. Segundo ele, é necessário que as siglas não tenham uma relação conturbada.

“O partido precisa tomar uma decisão de forma coerente e transparente. Se o partido não concorda com ações do prefeito (Paulo Garcia) tem que se manifestar, mas tem que deixar a base do prefeito, não só na Câmara, como também entregar os cargos. Não dá pra ficar criticando e ocupando os cargos”, disse ele.

Em entrevista ao vivo à Rádio 730 (publicada no Portal 730), o deputado disse que está distante da relação entre os partidos em Goiânia, acompanhando à distância o que tem acontecido e afirmou que não pode dizer o que é certo ou errado. De acordo com ele, o PMDB faz parte dessa administração, tem responsabilidades sobre ela e, portanto, essa deve ser uma decisão conjunta do partido.

Continua após a publicidade

Nas últimas semanas, o pré-candidato à Prefeitura de Goiânia, Iris Rezende (PMDB) criticou o projeto do prefeito Paulo Garcia (PT), enviado a Câmara, que reajusta o IPTU. Segundo ele, qualquer projeto que aumente impostos é estupidez.  O vice-prefeito de Goiânia, Agenor Mariano (PMDB), também se manifestou contrário ao projeto.  

Aliança em Aparecida

Já para o município de Aparecida de Goiânia, Daniel Vilela defende a aliança política entre PMDB e PT. De acordo com ele, o PT tem se mostrado um grande aliado do PMDB da cidade, com pessoas preparadas na administração.

Continua após a publicidade

LEIA MAIS: 

Leia mais sobre:
Cidades