29 de junho de 2022
Diário de Goiás

Mutirama: mantido contrato com a Warre, mas sem verba federal

O juiz Urbano Berquó Leal de Souza, da 8ª Vara da Justiça Federal, em Goiás, decidiu que a prefeitura de Goiânia continue com a obra do túnel e da plataforma, do Mutirama, com o uso de recursos próprios, mas não determinou o fim do contrato com a Warre Engenharia. Na análise de recurso contra uma liminar, o magistrado determinou o fim do repasse de verbas federais para a obra, conforme o convênio firmado entre a administração municipal e o Ministério do Turismo.

(Acesse a íntegra da decisão)

Continua após a publicidade

“A obra deve continuar para evitar maiores prejuízos à sociedade goianiense”, opinou o juiz, no documento ( pág. 27). A obra, portanto, será integralmente assumida pela prefeitura de Goiânia, com a continuidade do contrato com a Warre Engenharia.

Na mesma decisão, o juiz Urbano Berquó determinou que três engenheiros da Universidade Federal de Goiás serão contratados pela Warre Engenharia para acompanhamento e perícia da obra.

O procurador geral da Prefeitura de Goiânia, Reinaldo Barreto, informou ao Diário de Goiás que a administração vai recorrer da decisão do juiz em relação ao impedimento para que o Governo Federal transfira recursos para a obra do túnel e da plataforma do Mutirama.

Continua após a publicidade

Nos bastidores, a decisão foi recebida de forma positiva pela assessoria do prefeito Paulo Garcia, pois dilui um gargalo da administração e, principalmente, um problema de complicada repercussão junto à opinião pública goianiense.

 

Veja a DECISÃO:

Leia mais sobre:
Diário de Goiás