19 de junho de 2024
Dignidade Menstrual

Mulheres em situação de vulnerabilidade social podem retirar absorventes gratuitos em Goiânia

Vale ressaltar que, para retirar o absorvente, é necessário que a mulher esteja registrada no CadÚnico
Em Goiânia, são cerca de 300 farmácias autorizadas pelo programa. (Foto: reprodução)
Em Goiânia, são cerca de 300 farmácias autorizadas pelo programa. (Foto: reprodução)

O Programa Dignidade Menstrual, promovido pelo Governo Federal, já iniciou as primeiras ações, com isso, mulheres em situação de vulnerabilidade social podem ter acesso a absorventes gratuitos, inclusive em Goiânia. Vale ressaltar que, para receber o item de higiene pessoal, é necessário que a mulher esteja registrada no Cadastro Único (CadÚnico).

Podem participar do Programa Dignidade Menstrual brasileiras ou estrangeiras que vivem no Brasil com idade entre 10 e 49 anos e renda mensal familiar e até R$ 218 por pessoa. Além disso, podem participar estudantes das instituições públicas, desde que estejam cadastradas no CadÚnico e, nesse caso, a renda familiar tem que ser de até meio salário mínimo mensais por pessoa. Para mulheres em situação de rua não foi imposto um limite de renda.

Retirada dos absorventes

Os absorventes podem ser retirados em farmácias populares e, em Goiânia, são cerca de 300 unidades autorizadas. Para a retirada, é necessário apresentar um documento oficial com foto e CPF, além da autorização do Programa Dignidade Menstrual, em formato digital ou impresso, fornecida pelo aplicativo “Meu SUS Digital”.

Caso a mulher encontre problema para gerar o documento, ela pode ir até uma Unidade Básica de Saúde (UBS) ou em Centros de Referência em Assistência Social (Cras), Centros Pop e equipes do Consultório na Rua.

A lista de farmácias credenciadas para retirada de absorventes no Programa Dignidade Menstrual pode ser acessada no site do governo.


Leia mais sobre: / / / / / Cidades

Maria Paula

Jornalista formada pela PUC-GO em 2022 e MBA em Marketing pela USP.