07 de agosto de 2022
Famosos

Mulher vai presa após crime de racismo contra filhos de Giovanna Ewbank em Portugal; veja vídeos

Episódio aconteceu em restaurante na cidade de Costa da Caparica; Títi e Bless, filhos dela com Bruno Gagliasso, e outra família de angolanos foram xingados por mulher branca
Atriz brigou e chamou a polícia para lidar com mulher suspeita de cometer o crime. Ewbank está de férias com família em Portugal. (Imagem: reprodução)
Atriz brigou e chamou a polícia para lidar com mulher suspeita de cometer o crime. Ewbank está de férias com família em Portugal. (Imagem: reprodução)

Giovanna Ewbank fez uma mulher ser presa após suspeita de racismo por xingar filhos um restaurante na cidade de Costa da Caparica, em Portugal, neste sábado (30), onde estão de férias em família. Segundo a atriz, uma mulher passou pelo lugar e xingou Bless e Titi, seus filhos com Bruno Gagliasso, e um casal de turistas angolanos que estava no lugar. A reação da artista foi apenas uma: enfrentou a mulher.

Em dois vídeos, que viralizaram na internet em poucas horas, é possível ver Ewbank discutindo com a mulher que teria xingado seus filhos, dizendo que ela merecia “socos e porrada”, enquanto Gagliasso ligou para a polícia. Em outro vídeo, a mulher sendo levada pela polícia. Veja:

Entre os xingamentos, a mulher teria gritado para que eles voltassem para a África. O casal afirma que vai prestar queixa oficialmente contra a mulher na delegacia portuguesa. Já a assessoria dos artistas confirmou o incidente e divulgou um comunicado. Confira:

“Comunicamos que os filhos do casal Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso foram vítimas de racismo no restaurante Clássico Beach Club, na Costa da Caparica, em Portugal, neste sábado, dia 30 de julho, onde a família passa férias.

Continua após a publicidade

Uma mulher branca, que passava na frente do restaurante, xingou, deliberadamente, não só Títi e Bless, mas também a uma família de turistas Angolanos que estavam no local – cerca de 15 pessoas negras. A criminosa pedia que eles saíssem do restaurante e voltassem para a África, entre outras absurdos proferidos às crianças, tais quais “pretos imundos”.

Confirmamos, conforme videos que já circulam no Brasil, que Giovanna reagiu e enfrentou a mulher, enquanto Bruno Gagliasso, seu marido, chamou a polícia. A mulher foi levada escoltada e presa.

Informamos ainda que Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank prestarão queixa contra a racista formalmente na delegacia portuguesa.

A Trigo Casa de Comunicação lamenta as agressões sofridas por Títi, Bless e os turistas angolanos e apoia integralmente as ações tomadas por Giovanna e Bruno. Racismo é crime.”

Leia mais sobre:
Variedades