24 de maio de 2024
Covid em Goiás

MPGO recomenda estudos para medidas de contenção da Covid-19 à Secretaria de Saúde de Goiás

Entre as medidas a serem estudadas está a avaliação sobre a inclusão da obrigatoriedade do uso de máscaras em situações de maior risco de contaminação
Foto: Reprodução/MPGO
Foto: Reprodução/MPGO

O Ministério Público de Goiás (MPGO), expediu nesta sexta-feira (2) recomendação à Secretaria Estadual de Saúde de Goiás (SES-GO) para que realize estudo técnico sobre a atual situação da epidemiológica da Covid-19 no Estado. O objetivo é apoiar as decisões sobre adoção de medidas de prevenção contra a disseminação do coronavírus em Goiás.

A justificativa da realização do estudo foi o aumento do número de casos registrados de Covid-19 no Estado, com crescente também nas solicitações de internação. Entre as medidas a serem estudadas está a avaliação sobre a inclusão da obrigatoriedade do uso de máscaras pelos goianos em situações de maior risco de contaminação.

Na recomendação expedida ao secretário estadual de Saúde, Sérgio Alberto Cunha Vêncio, a promotora de Justiça Marlene Nunes Freitas Bueno, titular da 87ª Promotoria de Goiânia, destaca as situações de maior risco de contaminação que precisam ser avaliadas. A promotora estabeleceu prazo de dois dias úteis para que o secretário responda ao MP sobre a recomendação.

Na lista apresentada pela promotora constam como risco alto, com exigência do uso de máscara, locais fechados, mal ventilados ou com aglomeração frequente, como transporte público, igrejas, lojas e escolas. Também foi adicionado locais abertos com aglomeração, como filas de atendimentos, corredores comerciais e festividades. Além disso, foram listados também estabelecimentos de saúde, como hospitais, clínicas e laboratórios, públicos e privados.


Leia mais sobre: / / Notícias do Estado