26 de maio de 2024
Caso Luana

MP denuncia ajudante de pedreiro por estupro, feminicídio e ocultação de cadáver

O corpo de Luana Marcelo foi encontrado no dia 27 de novembro no quintal da casa de Reidimar Silva
Reidimar abordou Luana quando ela retornava para casa. (Foto: Divulgação / PCGO)
Reidimar abordou Luana quando ela retornava para casa. (Foto: Divulgação / PCGO)

O Ministério Público de Goiás (MPGO) denunciou, na última sexta-feira (16), o ajudante de pedreiro Reidimar Silva Santos, de 31 anos, pelos crimes de estupro, feminicídio e ocultação de cadáver contra a adolescente Luana Marcelo, de 12 anos encontrada morta no dia 27 de novembro, após ir até um estabelecimento comercial que fica cerca de 400 metros de sua casa onde morava, no setor Madre Germana 2, em Goiânia.

Reidimar abordou a vítima quando ela retornava para casa. Para conseguir sequestrar Luana, ele afirmou que tinha uma dívida com os pais dela e que ia até a casa deles pagar.

Reidimar era conhecido dos pais de Luana, pois eles eram proprietários de uma distribuidora de bebidas que o ajudante de pedreiro frequentava. À polícia, Reidimar confessou ter asfixiado e estuprado Luana, e em seguida ele queimou o corpo da adolescente e cobriu os restos mortais com cimento no quintal de casa.

“Constata-se que o homicídio foi praticado contra mulher por razões da condição de sexo feminino, uma vez que o crime envolve menosprezo à condição de mulher, já que Reidimar agiu de forma a extravasar seu desejo de domínio exercido na forma de subjugação sexual da vítima”, escreveu Bárbara Olavia Scarpelli, promotora de Justiça responsável pelo caso.

“Cuida-se de abjeto assassinato, dotado de uma crueldade rara de se ver, implicando no estupro de menina de doze anos como pretexto para a morte; quer dizer, a vítima foi flagelada em duplicidade, por ser mulher jovem e por ter sido estuprada”, conclui a promotora, que se manifestou pela manutenção da prisão.


Leia mais sobre: / / / / / Cidades

Leonardo Calazenço

Jornalista - repórter de cidades, política, economia e o que mais vier! Apaixonado por comunicação e por levar a notícia de forma clara, objetiva e transparente.