09 de agosto de 2022
Pesar • atualizado em 06/06/2022 às 10:10

Morre Seu Alberto, ícone da tradicional empada do Mercado Central de Goiânia

Empresário foi vítima de uma infecção pulmonar
Foto: Reprodução/Instagram Empada do Alberto
Foto: Reprodução/Instagram Empada do Alberto

Morreu neste domingo (5), Alberto Cavalcante de Sousa, o Seu Alberto, conhecido pela Empada do Alberto, uma das mais tradicionais lanchonetes de Goiânia, presente no Mercado Central da capital. O empresário foi vítima de uma infecção pulmonar.

A informação foi divulgada no perfil das redes sociais do empreendimento, o qual Seu Alberto esteve à frente por 75 anos. “Goiânia perde uma pessoa que amou essa cidade, que viveu a história dela junto com os seus personagens principais. Foram 75 anos de vivência no Mercado Central, alguns debaixo do balcão e na grande maioria servindo”, pontua a publicação, escrita pelo filho do empresário. “Deixa um legado na história da cultura, culinária goiana e para toda a família Cavalcante”, salienta.

Em nota, o prefeito de Goiânia, Rogério Cruz, lamentou o ocorrido. “Alberto Cavalcante de Sousa, que faleceu aos 81 anos, dedicou a vida ao Mercado Central de Goiânia, sobretudo ao ofício de produzir a melhor empada que conhecemos, e servi-la a todos que ali chegavam: goianienses, moradores de outros municípios do Brasil, estrangeiros e personalidades, atraídas pela fama da iguaria. Foram 75 anos dedicados ao trabalho, sempre com sorrisos, simpatia e boas histórias”, enfatizou.

Continua após a publicidade

“A maior riqueza de um povo é construída por aqueles que se entregam por inteiro à preservação de sua memória. Seu Alberto nasceu e cresceu aqui, formou família e contribuiu ativamente com a nossa cultura e culinária. Seu Alberto era um regionalista nato. Amava a terra onde vivia e colaborou para o seu florescer. Neste momento de dor e tristeza, eu, a primeira-dama Thelma Cruz, e os goianienses nos colocamos em orações pela família e amigos do Seu Alberto, que muito amou nossa capital, difundiu valores e virtudes. Que Deus o receba e console os que aqui sofrem com sua morte”, acrescentou o gestor.