09 de agosto de 2022
Cidades

Morador da zona rural de Caldas Novas relata prejuízos por falta de eletricidade e pensa em abandonar o campo

Moradores da Região do Andorinha, na zona rural de Caldas Novas, reclamam da frequente falta de energia nos sítios e fazendas locais.

Um dos afetados pelo problema de fornecimento é o produtor rural Valdivino Rosa. Ele tem gado leiteiro e já perdeu vários litros de leite por conta dos longos períodos sem eletricidade. Conforme conta, já foram até três dias inteiros sem energia.

“Eu preciso ir ao vizinho para pegar leite. Aqui já tive até três dias sem energia, mas em outras fazendas da região, já chegou a oito dias”, relata.

Continua após a publicidade

De acordo com Valdivino, sem eletricidade, as manilhas que bombeiam a água do poço para consumo do gado e da própria família não funcionam.

“Minha esposa caminhou 1km ontem (25) para buscar água para fazer café, comida e poder arrumar nossa filha para ir à escola”, conta.

Conforme relata o produtor rural, várias vezes os problemas são de aparente fácil resolução, como uma chave desarmada. Porém, mesmo assim, a Enel demora muitas horas para restabelecer o serviço. “Não gastariam uma hora se deslocando para cá e voltando, mas dizem que precisam executar outros serviços de maior emergência”, revela Valdivino.

Continua após a publicidade

Funcionários da Enel em Caldas Novas dizem que a empresa mantém apenas um automóvel para deslocamento das equipes para toda a região.

Êxodo

Valdivino conta que ele e a família já avaliam deixar o sítio e mudar para a região urbana. “Minha esposa já disse que queria ir para a cidade. Do jeito que está aqui, não tem como ficar”, lamentou.

A filha apoia a mudança e também externou o desejo de morar com a avó, que mora na cidade de Caldas Novas. Porém, conforme conta Valdivino, a parte urbana também tem sofrido. “Minha mãe mora lá e diz que fica madrugadas inteiras sem eletricidade”, destacou.