28 de fevereiro de 2024
Internet • atualizado em 02/03/2023 às 16:09

Monark perde processo contra Google para reativar monetização de sua conta; veja resposta do Juiz

No Twitter, o blogueiro continua com a conta retida
Apesar de não ganhar mais dinheiro com seus vídeos e com poucas visualizações, monark continua produzindo seus conteúdos
Apesar de não ganhar mais dinheiro com seus vídeos e com poucas visualizações, monark continua produzindo seus conteúdos

O youtuber Bruno Aiub, conhecido como Monark, voltou a ficar entre os assuntos mais comentados entre esta quarta e quinta feira (2), depois que perdeu um processo contra o Google. Ele luta na Justiça para ter de volta a monetização do seu canal no Youtube, ou seja, receber dinheiro pelo conteúdo que produz, mas o juiz do caso negou.

Dentro da decisão do juiz consta: “O autor [Monark] publicou vídeos que defendiam a criação de um partido nazista no Brasil e o direito ao antissemitismo. Evidente o desserviço do autor em buscar publicar vídeos polêmicos, defendendo pautas nazistas. A liberdade de expressão encontra limite na legalidade das proposições”.

Apesar disso, e do pouco engajamento em seu canal ‘Monark Talks Fans’, Monark continua produzindo seu podcast e utilizando outras redes sociais, como o Instagram. Sua conta no Twitter, no entanto, continua retida.

Recentemente o Youtuber também foi motivo de chacota ao falar, durante uma entrevista, que precisava de emprego. De acordo com suas palavras, ele está sendo “censurado” nas redes sociais e afirmou que está “proibido de existir comercialmente na mídia”, portanto, não pode ganhar dinheiro com o que fazia antes.

Sobre seu processo contra o Google, Monark não se posicionou nas redes sociais que lhe restam, até o momento. Seu último programa no Youtube, postado em cortes nesta quarta-feira (1), foi com a presença do Engenheiro Leonardo, que diz ser “pioneiro no Youtube Brasil” e Charles Wicz, também conhecido como Economista Sincero, que é empreendedor e fala de finanças.


Leia mais sobre: / / / Variedades

Carlos Nathan Sampaio

Jornalista formado pela Universidade Federal e Mato Grosso (UFMT) em 2013, especialista Estratégias de Mídias Digitais pelo Instituto de Pós-Graduação e Graduação de Goiânia - IPOG, pós-graduado em Comunicação Empresarial pelo Senac e especialista em SEO.