29 de maio de 2024
EUA • atualizado em 14/11/2022 às 06:28

Ministros do STF são abordados, xingados e ameaçados por manifestantes em Nova York; veja vídeos

Seis dos magistrados estão nos EUA para evento do Lide Brazil Conference, que acontece nesta segunda-feira (14) e amanhã, 15 de novembro
Os ministros foram hostilizados por alguns brasileiros que moram nos Estados Unidos e não concordaram com o resultado da eleição no Brasil que elegeu o petista Luiz Inácio Lula da Silva democraticamente. (Imagens: reprodução/Twitter)
Os ministros foram hostilizados por alguns brasileiros que moram nos Estados Unidos e não concordaram com o resultado da eleição no Brasil que elegeu o petista Luiz Inácio Lula da Silva democraticamente. (Imagens: reprodução/Twitter)

Manifestantes brasileiros que moram nos EUA xingaram e ameaçaram ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) que estão em Nova York para participar do evento do Lide Brazil Conference, que acontece nesta segunda-feira (13) e amanhã, 15 de novembro. A hostilização aconteceu na noite deste domingo (13) e, horas depois, vários vídeos foram divulgados nas redes sociais. Veja alguns:

https://twitter.com/bielconisback/status/1591925178300342273
https://twitter.com/filipesabara/status/1591934585964990464

O primeiro vídeo mostra manifestantes gritando e xingando Alexandre de Moraes ao sair de um restaurante e entrar escoltado em um veículo. O grupo de brasileiros que estava do lado de fora xingou o magistrado de “vagabundo”, “ladrão” e outros nomes. Antes disso, dentro do restaurante, o ministro foi filmado por outro brasileiro que falava frases em inglês e em português, o acusando de “gastar dinheiro do povo brasileiro”. O ministro Gilmar Mendes passou pela mesma situação ao sair do hotel.

Já o segundo vídeo, gravado por uma manifestante que fala com o ministro Luís Roberto Barroso, acontece na Time Square. Na ocasião ela questiona: “Como está, senhor juiz?” e ele responde: “Muito bem, senhora. Feliz pelo Brasil”. Na tréplica, a mulher diz: “Ah, tá bom. Mas nós vamos ganhar essa luta. Nós vamos ganhar essa luta. O senhor está entendendo? […] Você não vai ganhar o nosso país”. Em seguida Barroso entra em uma loja e diz: “Não seja grosseira. Tchau, minha senhora. Passar bem”.

O terceiro vídeo é mais cedo, ainda no domingo, e mostra manifestantes vestidos de verde e amarelo segurando cartazes escritos “SOS Forças Armadas” aos gritos de “Ei, Xandão, seu lugar é na prisão”, em referência ao ministro Alexandre de Moraes.

Além de Alexandre de Moraes, Gilmar Mendes e Roberto Barroso, os ministros Dias Toffoli, Cármen Lúcia e Ricardo Lewandowski também estão em Nova York. O Lide Brazil Conference, acontecerá em Harvard Club of New York (HCNY) e trata-se da primeira edição da conferência, que tem por objetivo debater questões como economia, democracia e liberdade no Brasil a partir do ano que vem.

Além de integrantes do STF, também participam integrantes do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Tribunal de Contas da União (TCU) e autoridades monetárias, representantes de entidades de classe, gestores públicos e particulares. Na lista também estão 260 empresários e o ex-presidente Michel Temer (2016-2018) – que abre o evento, com mediação dos debates a cargo do jornalista do Grupo Globo, Merval Pereira. No foco está um detalhamento, a investidores internacionais, do cenário do País e na economia a partir de 2023.


Leia mais sobre: / / Política

Carlos Nathan Sampaio

Jornalista formado pela Universidade Federal e Mato Grosso (UFMT) em 2013, especialista Estratégias de Mídias Digitais pelo Instituto de Pós-Graduação e Graduação de Goiânia - IPOG, pós-graduado em Comunicação Empresarial pelo Senac e especialista em SEO.