15 de abril de 2024
MINISTRO EM GOIÁS • atualizado em 26/02/2024 às 19:56

Ministro do Trabalho, Luiz Marinho, vai a Anápolis e Goiânia na quarta (28)

Visitas foram articuladas pelos pré-candidatos a prefeito do PT em Anápolis e Goiânia; agenda do ministro vai envolver vários compromissos de manhã e à tarde
Luiz Marinho tem compromissos em Anápolis e Goiânia na quarta - Foto: Tomaz Silva / Agência Brasil
Luiz Marinho tem compromissos em Anápolis e Goiânia na quarta - Foto: Tomaz Silva / Agência Brasil

O ministro do Trabalho, Luiz Marinho (PT), tem agenda em Goiás na quarta-feira, (28) durante todo o dia, com representantes políticos, sindicais e empresários. Marinho começa por Anápolis, com visita à fábrica de veículos da Hyundai, às 7h40. A vinda foi articulada pelos petistas Antônio Gomide e Adriana Accorsi, pré-candidatos a prefeitura de Anápolis e Goiânia, respectivamente.

Às 10h00 o ministro desembarca no Aeroporto Santa Genoveva, em Goiânia, onde concederá entrevista coletiva. Na sequência, às 11h, Marinho terá reunião com servidores do Ministério na Superintendência Regional do Trabalho de Goiás. O ministro almoça com empresários na Federação da Indústria às 12h.

No período vespertino, às 14h, o ministro do Trabalho vai participar de audiência pública na Assembleia Legislativa (Alego). Ainda na Alego, às 16h, ele participa de reunião com servidores públicos, último compromisso previsto até agora.

Convites ao ministro para vir a Anápolis e Goiânia

O convite para a visita em Anápolis ocorreu há alguns meses, quando Gomide esteve no ministério.

Já a vinda em Goiânia foi articulada pela deputada estadual Adriana Accorsi, que também reiterou, nesta segunda-feira (26), a vinda do presidente Luís Inácio Lula da Silva em Goiás. Ele virá na inauguração das novas instalações do campus da Universidade Federal em Aparecida de Goiânia. A participação de Lula está prevista para março e será a primeira a uma cidade goiana no atual mandato dele.

Abertura

Adriana informou em entrevista ao jornal Opinião em Debate nesta segunda que está estreitando essa aproximação dos dirigentes nacionais com os problemas e as autoridades goianas. Além disso, ela sinalizou que a postura reflete a abertura que está buscando em torno da pré-candidatura à prefeitura da capital.

“Tenho debatido com o setor produtivo. Amanhã (27) almoço com o Marcelo Baiocchi (presidente do Sistema Fecomércio Sesc/Senac), e na quarta, vamos receber, a meu convite, o ministro do Trabalho. Ele vem debater com empresários e trabalhadores questões relacionadas a desenvolvimento, melhoria e geração de emprego e renda”, declarou ela ainda.

Mais uma vez a deputada enfatizou que está empenhada em construir uma frente ampla. “Mas uma frente não só para vencer as eleições. Também para governar esta cidade com qualidade, competência e seriedade”, disse, defendendo a formação de uma grande coalizão com esses objetivos.


Leia mais sobre: / / Anápolis / Goiânia / Política

Marília Assunção

Jornalista formada pela Universidade Federal de Goiás. Também formada em História pela Universidade Católica de Goiás e pós-graduada em Regulação Econômica de Mercados pela Universidade de Brasília. Repórter de diferentes áreas para os jornais O Popular e Estadão (correspondente). Prêmios de jornalismo: duas edições do Crea/GO, Embratel e Esso em categoria nacional.