18 de julho de 2024
Política

Ministro do STF reage a vídeo com hienas: “atrevimento sem limites”

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O ministro decano do Supremo Tribunal Federal (STF), Celso de Mello, divulgou nota em que critica Bolsonaro pelo vídeo publicado pelo presidente, no qual um leão aparece sendo atacado por hienas, que representam a Corte, partidos de esquerda, a ONU, a OAB e o PSL.

O decano diz que Bolsonaro teve um ‘atrevimento sem limites’ com o vídeo e não aceita os controles democráticos. Internamente, os outros ministros pedem ao presidente do STF, Dias Toffoli, para se pronunciar e enviar um recado de independência ao Executivo.

Na nota, Celso de Mello foi veemente e disse que a comparação foi feita de “modo absurdo e grosseiro, por falsamente identificar a Suprema Corte como um de seus opositores”. O ministro ainda caracterizou a publicação de Bolsonaro como “uma expressão odiosa de quem desconhece o dogma da separação de poderes”.

O decano da Corte também diz que Bolsonaro não é um monarca presidencial, e o país não é uma selva “na qual o leão imperasse com poderes absolutos e ilimitados”.

 


Leia mais sobre: / Política