30 de junho de 2022
Brasil

Ministra Tereza Cristina participará da Comissão de Ciência e Tecnologia para debate das inovações na agricultura

Foto: Guilherme Martimon
Foto: Guilherme Martimon

A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, participará de audiência pública da Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT), nesta quarta-feira (10), para debater a contribuição da tecnologia para a agricultura. A Comissão, que é presidida pelo senador goiano, Vanderlan Cardoso (PP), tem realizado um ciclo de debates sobre temas associados à pesquisa, inovação e tecnologia.

Continua após a publicidade

O senador Vanderlan lembrou que a Ciência e Tecnologia estão presentes em todos os setores da sociedade, por isso defende a importância dos debates que vêm sendo realizados em sua Comissão.

“A Agricultura, Pecuária e Abastecimento não é diferente. Hoje a tecnologia está muito presente no campo e o Brasil, que é o celeiro do mundo, precisa potencializar seu uso na produção de alimento”, destaca.

vanderlan cardosoVanderlan Cardoso aproveitou para defendeu o trabalho da Embrapa para o desenvolvimento do Campo e o aumento da produtividade. “O Brasil tem hoje, na Embrapa, uma empresa que é referência no mundo todo quando falamos em pesquisa, tecnologia e inovação na agricultura. Tenho visitado as instalações da Embrapa, conversado com sua diretoria, e me aprofundado no importante trabalho que eles vêm executando, por isso sou um grande defensor da empresa e espero mais atenção e investimento para o desenvolvimento de mais pesquisas e mais estudos para o campo”, pontuou.

Continua após a publicidade

O pedido de audiência é do senador Chico Rodrigues (DEM-RR). A intenção do parlamentar é ouvir as impressões da ministra sobre como a tecnologia contribui para a alta produtividade na agricultura brasileira e o que está sendo feito para aprimorar a inovação e pesquisa no Campo.

O debate será na sala 6 da ala senador Alexandre Costa, do Senado Federal, e se inicia a partir das 10h. Também é possível acompanhar e participar mesmo à distância através do portal e-cidadania e do telefone Alô Senado (0800 612211).