19 de junho de 2024
Posicionamento

“Fui surpreendida”, diz Ministra da Saúde sobre dança erótica; Diretor da pasta foi exonerado

Ministra defende que estava cumprindo agenda em São Paulo, e que no primeiro instante começou a apurar as responsabilidades pelo ocorrido
Ministra da Saúde Nísia Trindade veio a público se manifestar sobre uma apresentação (Divulgação)
Ministra da Saúde Nísia Trindade veio a público se manifestar sobre uma apresentação (Divulgação)

Neste último sábado (7), a Ministra da Saúde Nísia Trindade veio a público se manifestar sobre uma apresentação que fez parte do 1º Encontro de Mobilização para Promoção da Saúde no Brasil. Em nota ela afirma que o Diretor do Departamento de Prevenção e Promoção da Saúde da pasta, Andrey Lemos assumiu integralmente a responsabilidade pelo episódio que viralizou nas redes sociais.

No vídeo, uma mulher se exibe de forma provocativa e sensual ao som da música ‘Batcu’ da cantora Aretuza Lovi. A performance é acompanhada por aplausos do público. “Repudio veementemente. Criamos imediatamente uma curadoria para evitar que circunstâncias semelhantes ocorram nos próximos eventos da nossa pasta”, afirmou Nísia em pronunciamento.

A ministra defende que estava cumprindo agenda nas cidades de Diadema e Mauá, em São Paulo, e que no primeiro instante começou a apurar as responsabilidades pelo ocorrido. “Reitero aqui o compromisso do Ministério da Saúde com todo o programa apresentado pelo presidente Lula e pelo vice-presidente Alckmin, no qual é destaque o fortalecimento do SUS com visão inclusiva, com respeito à diversidade e com a valorização e o reforço da democracia”.

É válido lembrar que na última sexta-feira (6), o 2º vice-presidente da Câmara, Sóstenes Cavalcante (PL-RJ), também protocolou requerimento cobrando explicações do ministério sobre a “dança erótica”. Dezenas de outros políticos também usaram do vídeo para ataques ao governo petista

A ministra se desculpou em vídeo pelo ocorrido e afirma que foi surpreendida. Confira nota na íntegra:


Leia mais sobre: / / / Saúde

Elysia Cardoso

Jornalista formada pela Uni Araguaia em 2019