03 de março de 2024
Mudou discurso

Michelle Bolsonaro volta atrás e agora confirma recebimento de um dos conjuntos de joias

Em março, quando as informações se tornaram públicas, a ex-primeira-dama negou: "Tenho tudo isso e não estava sabendo?"
Michelle Bolsonaro ao lado do marido e ex-presidente. (Foto: reprodução)
Michelle Bolsonaro ao lado do marido e ex-presidente. (Foto: reprodução)

A ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro voltou atrás sobre negar que tenha recebido joias presenteadas por autoridades da Arábia Saudita, que entraram ilegalmente no Brasil, e agora admite que os objetos chegaram ao Palácio da Alvorada. A mulher do ex-presidente fez afirmação nesta terça-feira (25), mas em março, quando as informações se tornaram públicas, ela negava: “Tenho tudo isso e não estava sabendo?”.

Agora o discurso mudou, Michelle Bolsonaro disse que “foi tudo feito pelo trâmite administrativo”, mas que não recebeu em mãos. Quem divulgou em primeira mão essa nova versão da mulher de Bolsonaro foi o jornal O Estado de S.Paulo. Isso por que o depoimento de uma funcionária do Gabinete Adjunto de Documentação Histórica (GADH) da Presidência da República à Polícia Federal (PF), desmentia Michelle, que precisou mudar a versão dos seus “fatos”.

“Essas joias que chegaram no Alvorada foram as joias masculinas. Então, estão me associando ao primeiro caso, quando eu falei que não sabia, e não sei mesmo. Tanto que essas joias continuam apreendidas e essa do Alvorada está na Caixa Econômica Federal. O que eu tenho a ver com isso?”, disse ainda Michelle, nesta terça.

vale lembrar que a polêmica toda envolve três kits de joias, mas como afirmado acima por Michelle, o assunto era sobre o segundo conjunto, avaliado em mais de R$ 500 mil. O kit incluía um relógio da marca Rolex fabricado em ouro branco e cravejado de diamantes que, sozinho, vale cerca de R$ 360 mil.

Michelle Bolsonaro conseguiu ser alcançada por jornalistas e entrevistada, pois, na ocasião, estava no Congresso Nacional, onde participou de compromissos com lideranças do Partido Liberal na Câmara dos Deputados e no Senado Federal.


Leia mais sobre: Brasil

Carlos Nathan Sampaio

Jornalista formado pela Universidade Federal e Mato Grosso (UFMT) em 2013, especialista Estratégias de Mídias Digitais pelo Instituto de Pós-Graduação e Graduação de Goiânia - IPOG, pós-graduado em Comunicação Empresarial pelo Senac e especialista em SEO.