28 de maio de 2024
Cidades

Mentor de assalto em joalheria de shopping de Aparecida é preso pela polícia

Foto: Polícia Civil
Foto: Polícia Civil

O titular do 5º Distrito Policial de Aparecida de Goiânia, Carlos Levergger apresentou na manhã desta sexta-feira (22), Paulo Sérgio Neres China, 24 anos. Ele que idealizou e participou do assalto a uma joalheria que fica no Buriti Shoppping no último domingo (17).

Em depoimento, confessou ter idealizado e feito parte do crime junto com quatro comparsas. “Ele falou que tramou o assalto porque queria ficar rico, mas sem dinheiro, e com medo de sair da mata e ser preso, estava comendo restos que encontrava no lixo”, disse o delegado.

Com passagens por roubo, receptação, e até latrocínio (roubo seguido de morte), Paulo Sérgio Neres negociava sua rendição desde a tarde de segunda-feira (18), quando três de seus comparsas foram mortos durante troca de tiros com policiais militares na Serra das Areias, em Aparecida de Goiânia.

“Ele disse que antes da chegada da polícia na segunda-feira fugiu do acampamento onde estava com os três comparsas que também invadiram a joalheria, mas relata que ficou ali pela mata mesmo, até que, há dois dias, passou a morar em um prédio abandonado que fica nas proximidades, de onde, para não ser preso, só saía à noite para pegar sobras de comida no lixo”, relatou Carlos Levergger.

assalto

Com a prisão de Paulo Sérgio, a Polícia Civil mantém as investigações agora no sentido de identificar o criminoso que dirigia o HB 20 cinza que foi usado para levar e buscar os quatro assaltantes no shopping.

As jóias e relógios roubados, ainda de acordo com o delegado, teriam sido repassadas para um outro criminoso. “Isso foi o que ele nos contou, mas nós acreditamos que ele também pode ter enterrado a mochila com os objetos roubados em algum lugar”, concluiu.

 


Leia mais sobre: / / / Cidades