21 de julho de 2024
Eleições 2024

“MDB vai respeitar o tempo de Ana Paula”, destaca vice-presidente do partido em Goiás

Haroldo Naves diz que nome da filha de Iris Rezende é "consenso" entre emedebistas
Ana Paula Rezende ao lado do vice-presidente do MDB em Goiás, Haroldo Naves (Foto: Divulgação/FGM)
Ana Paula Rezende ao lado do vice-presidente do MDB em Goiás, Haroldo Naves (Foto: Divulgação/FGM)

Há dois consensos dentro do MDB, garante o vice-presidente da legenda em Goias e prefeito de Campos Verdes, Haroldo Naves em entrevista exclusiva ao Diário de Goiás: o desejo em ver a empresária Ana Paula Rezende candidata à Prefeitura de Goiânia nas eleições de 2024 e que a parceria com o União Brasil, do governador Ronaldo Caiado permanecerá na “grande maioria” das cidades goianas. 

A intenção em ter a empresária como candidata cresce e o nome da filha do ex-governador e ex-prefeito Iris Rezende Machado torna-se a bola da vez nos corredores emedebistas. Claro, Haroldo destaca que o partido dará o tempo necessário para a própria Ana Paula se recuperar das suas perdas recentes.

Em menos de um ano e meio, a empresária viu além do pai, a mãe, dona Iris de Araújo, ex-deputada federal morrer em decorrência de problemas pulmonares. “Vamos esperar ela se reestabelecer e mais a frente vamos começar a discutir com ela diretamente para ver se ela tem essa disponibilidade de fazer essa sacerdócio, como diria o Íris, num cargo executivo para ajudar a sociedade goianiense”, avalia.

“Temos de respeitar esse momento de dois lutos grandes antes de termos essa conversa. Enquanto isso, o partido vai se organizando em Goiânia e pelo interior”, destaca, reiterando que hoje o nome da empresária é praticamente unanimidade dentro do MDB.

Para Naves, Ana Paula pode trazer ressonância e impactos grandes durante as eleições do ano que vem. “No MDB temos a preferência e é praticamente uma unanimidade a candidatura de Ana Paula Rezende pela história que ela tem com o pai Iris Rezende Machado. Ela acompanhou o pai nos últimos dois mandatos bem de perto, tanto na questão política como nas questões particulares”, destaca.

“Ela pode representar esse legado não só do Iris, mas também do MDB em Goiânia. O nome dela tem uma ressonância grande na sociedade goianiense. Ela pode dar um impacto grande e ser um nome fortíssimo na eleição municipal.”

Haroldo naves sobre ana paula rezende nas eleições em 2024

Caiado é o “grande maestro” da aliança MDB-União Brasil

Haroldo Naves defende que para além da capital, o MDB continue a parceria estabelecida nas eleições em 2022 com o União Brasil, do governador Ronaldo Caiado, o “grande maestro” da aliança. Ele prega que Caiado aponte sugestões, inclusive sobre o cronograma que os partidos terão para apresentação e preparação dos candidatos para as eleições em 2024

“Temos de escutar o governador Ronaldo Caiado que é o grande maestro dessa coligação para entender qual o prazo que ele acha suficiente. Se fizermos um planejamento bem feito, o prazo pode ser estendido um pouco mais”, destaca.  

Naves pondera que independente do candidato, o planejamento para as eleições municipais já deve começar. “Agora, algumas discussões internas devem ser feitas agora, como a construção de um plano de governo bem elaborado e planejado para não só ganhar as eleições, mas também fazer um mandato exitoso como já foi feito em Goiânia e Aparecida de Goiânia.

O MDB tem ‘respeito muito grande’ por Rogério Cruz

Haroldo Naves, que é prefeito de Campos Verdes, destaca que uma eventual aliança com o Republicanos de Rogério Cruz deve ser tratado com o diretório metropolitano do partido em Goiânia, mas não deixa de apontar suas perspectivas com relação ao prefeito da capital.

Para ele, “algumas arestas do passado ficaram superadas”. Naves faz referência ao rompimento do Republicanos com o MDB ainda no primeiro trimestre da gestão do prefeito Rogério Cruz. Naves dis que o “grupo de Brasília” do Republicanos que foi a ala que provocou o rompimento já não faz mais parte da administração municipal.

E faz elogios ao mandatário. “O MDB hoje tem um respeito grande pelo Rogério Cruz. Ele está tentando se viabilizar e melhorar sua popularidade. Ele tem feito um esforço grande nesse sentido. Foi muito correto com relação a chapa majoritária do governador ano passado”, destaca.

No entanto, reitera, o MDB deve se organizar e caminhando com o governador Ronaldo Caiado deverá promover o debate para a melhor solução. “O MDB agora deve organizar a parte interna e fazer o partido crescer organicamente. Após essa etapa, repito, vamos ouvir o governador e toda a base para fazer as melhores escolhas”, completou.


Leia mais sobre: / / / / Política

Domingos Ketelbey

Jornalista e editor do Diário de Goiás. Escreve sobre tudo e também sobre mobilidade urbana, cultura e política. Apaixonado por jornalismo literário, cafés e conversas de botequim.