21 de maio de 2022
Cidades

Maternidade e OVG resgatam cultura de doulas

Com o objetivo de reestabelecer contato e levar mais conforto e segurança às gestantes na hora do parto, a Maternidade Nossa Senhora de Lourdes (MNSL) e a Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) resgataram a cultura de doulas.

O programa voluntário prepara as mulheres para que possam acompanhar as futuras mães, dando suporte físico e emocional. De acordo com a coordenadora do programa, Nayara Gomes, a falta de pessoas que dão segurança à gestante faz aumentar o medo, a dor e a ansiedade.

“Essas horas são de imensa importância emocional e afetiva. A doula se encarrega de suprir essa demanda por emoção e afeto, que não cabe a nenhum outro profissional dentro do ambiente hospitalar”, explica.

Continua após a publicidade

Com a autorização médica, as doulas ajudam as gestantes com exercícios para relaxamento, para que assim sejam elevadas as chances de parto normal. “As doulas auxiliam mãe, que contam também com toda uma equipe médica e de enfermagem que estimulam o parto natural”, afirma o diretor técnico da Maternidade, Humberto Borges.

Leia mais sobre:
Cidades